Postado por: Victor Tadeu

Título: Sombras do Mundo
Autora: Daniella Rosa
Editora: Ler Editorial
Gênero: Fantasia/Romance
Número de páginas: 280
SKOOB l GOODREADS

Adquira aqui: Submarino l Amazon l Lojas Americanas l Ler Editorial

Sinopse: Alany é uma garota confusa, pressionada por suas visões e por um sentimento latente de que cada célula do seu corpo grita por liberdade. O mundo visto por ela tem formas, cores e sombras que mais ninguém é capaz de ver.
Sem a proteção da mãe, que abandonou a família quando ela ainda era pequena, e com a recente perda do pai em um terrível acidente, Alany se sente sozinha e perdida, vivendo em um mundo onde a gentileza é subjugada e o bem é sinônimo de fraqueza. Mas sua vida muda de curso quando conhece San.
San é cantor, dono de uma voz angelical e de uma beleza estonteante, e algo nele desperta sentimentos que Alany sequer sabia que existiam. Mas em um evento inexplicável San desaparece, sem qualquer aviso ou razão, e encontrá-lo passa a ser prioridade.
Durante essa busca, Alany será levada por caminhos que jamais imaginara e sua vida se transformará completamente. Enquanto algumas peças se encaixam, outras vagam muito fora de seu alcance.
Uma figura misteriosa e maligna, máscaras que caem, um inimigo que se revela confiável, e a descoberta de que seu novo amor é muito mais do que um belo rapaz, são só alguns detalhes dessa eletrizante história.
O mundo já não parece real, pois o conceito de realidade se perdeu. As pessoas não são o que parecem e a própria Any não é o que pensava ser. As lendas sim são reais, e caminham pelas ruas displicentemente.
As sombras não estão apenas na sua cabeça, afinal, e as cores têm significados verdadeiros, que começam a dar sentido a sua vida insípida. Mas nenhum alívio vem sem um preço.

Sombras do Mundo conta a história de Alany, uma garota que acaba de fazer seus 18 anos. Alany sempre foi caseira, não gostava de ficar em lugares que tinham muitas pessoas, preferia ficar em casa junto com sua avó. Mas para comemorar seu aniversário de 18 anos — não é a maioridade, pois a história é passada em Nova York — sua amiga Carol insiste para ela e seus amigos irem até um barzinho para não deixar a data passar em branco. Chegando lá ela é encantada por Santiago, um lindo cantor com a voz angelical. Alany gostava de música e ficou admirada pela voz do cantor, pois não havia ouvido alguém com a voz tão bela quanto a dele. O encanto foi tão grande que Alany começou a procurar por Santiago, até descobrir segredos sobre a sua vida e de seus amigos.

 

Crenças e Criaturas é o primeiro livro da saga Sombras do Mundo, nele você vai conhecer melhor sobre Alany e seus amigos, você vai encontrar um novo ser mítico criado com Daniella Rosa, além disso, vai ficar surpreso pela história. Costumo dizer que o primeiro livro de Sombras do Mundo é uma apresentação do novo mundo criado pela autora, pois nele você conhece melhor os personagens, o foco da história e o cenário, mas é claro, o final dele é muito envolvente para a continuação — estou sendo beta da continuação.

“Mas, para mim, a maldade é que está mergulhando dentro de nós, cada vez mais fundo. (página 6)”

Para quem acompanha o blog desde o início sabe o quanto amo a Ler Editorial e a Daniella Rosa, sempre venho falando bem deles e fazendo o possível para compartilhar as obras da editora e da autora. Eu já escrevi uma resenha sobre Sombras do Mundo, — está no antigo site — mas depois de reler tenho coisas para dizer que irão contradizer o que disse na primeira resenha.

Comecei ler o livro no início do ano — foi o primeiro livro que li/reli em 2017 — logo no início encontrei vários erros de revisão, principalmente a falta de vírgulas, mas para quem gosta de ler batido isso acaba não incomodando. Os erros gramatical e ortográfico não foram os únicos pecados da edição, pois acabei encontrando erros drásticos em relação a divisão da história. Quem ler o livro batido não vai perceber, — foi o que aconteceu comigo na primeira vez — mas quem ler com calma vai ficar atento com esses pequenos problemas. Creio que uma nova revisão é capaz de melhorar a edição.

A história é passada em Nova York, mas em nenhum momento eu me sentir fora do Brasil. A escrita da Daniella Rosa é bem nacional, ela usa termos que nós brasileiros usamos, em nenhum momento ela tentou ser muito “internacional”. Vejo isso como um ponto positivo, pois já li livros passados fora do Brasil que eu precisava pesquisar as referências e algumas gírias, mas com um olhar crítico posso deduzir que esse ponto é bem relativo, porquê muitas pessoas gostam de conhecer costumes, gírias e referências de ouros países e/ou cidades.

Os personagens da história foram bem construídos, principalmente a Nara. Daniella descreve Nara como uma menina que responde as próprias perguntas, e pelo incrível que pareça, durante a história toda Nara faz perguntas, não sei se essa é a descrição, mas de um modo meio “perturbado” ou “impulsivo” ela acaba respondendo a própria pergunta. Achei muito fantástico como ela conseguiu manter a característica do personagem durante a história toda.

A forma que Alany foi desenvolvendo foi muito bacana, pois gosto de histórias que os personagens sabem lidar com os problemas da vida, mesmo sendo difícil e complicado. Eu gosto de ver o sofrimento deles tentando desvendar o que está aconteceu, o que eles devem fazer, ou até mesmo, em quem eles devem confiar. A evolução de Alany foi bem caracterizada.

“A ideia de amor eterno para mim sempre foi fake, acho que só funciona mesmo em filmes e nos livros. O amor não passa de uma grande ficção. (página 52)”

Eu não sou uma pessoa muito romântica e particularmente não gostei dos sentimentos de Alany por Santigo — não é spoiler, pois ela se encanta por ele logo no início da história. Foi tudo muito rápido, não teve nenhuma apresentação mais profunda de um para o outro, foi um sentimento gerado por algo muito superficial. Por um lado eu não entendo se foi intuito da autora, pois Alany vivia em casa e namorou só uma vez, ou, se foi mais um pecado da obra.

Sombras do Mundo – Crenças e Criaturas é um livro que indico para todos, mesmo tendo alguns probleminhas ele não deixa de ler maravilhoso. Eu não sou fã de fantasia, mas a forma que Daniella me apresentou o cenário de Sombras do Mundo me conquistou por completo. É como eu disse, se for feita outra revisão o livro fica impecável. Não perca tempo, participe do nosso sorteio ou adquira um exemplar pelos links apresentados acima, você não vai se arrepender de fazer a leitura da obra.

SORTEIO

a Rafflecopter giveaway

Desencaixados - 2020 | Alguns direitos reservados