Siga nossas redes sociais

Crítica

Crítica: WandaVision – 1ª temporada (Episódio 8)

Um episódio que explora o passado

Publicado

em

Previously On foi um episódio que levou os fãs de WandaVision para o passado para nos preparar para o futuro. Depois da revelação que Wanda (Elizabeth Olsen) não era a única garota mágica em Westview, somos levados às origens de Agatha (Kathryn Hahn) e eu tenho que parabenizar e muito a atriz Kathryn. É interessante ver como atores e atrizes com ótimo time para comédia conseguem entregar atuações fora de série. A atriz tem tudo para seguir o mesmo caminho de Bryan Cranston e Jason Bateman, que conquistaram prêmios atrás do outro com projetos como Breaking Bad (2008) e Ozark (2017). Se Elizabeth estiver ao lado dela melhor ainda.

Cada vez mais vejo como Kathryn e Elizabeth são as peças chaves dessa série. Não que o Visão (Paul Bettany) não tenha sua importância, mas a interação das duas nesse episódio foi com certeza o melhor momento da série e isso fez de alguém que já viu diversas histórias com elementos mágicos. As atrizes se complementarão de uma maneira perfeita, a medida que Agatha fez Wanda confrontar seus medos e angustias que a fizeram criar o lugar que acompanhamos desde o primeiro episódio.

Ainda temos algumas perguntas sem respostas, mas estou cada vez mais confiante com o trabalho da showrunner  Jac Schaeffer. O começo entediante de WandaVision parece tão distante agora que uma grande batalha parece que está por vir entre dois seres incrivelmente poderosos.

ASSISTA AO TRAILER:


Título: WandaVision
Título original: WandaVision
Ano de lançamento: 2021
Criadores: Jac Schaeffer
Gênero: Super-Herói/Comédia
Nacionalidade: Americana

Sinopse: Wanda (Elizabeth Olsen) e Visão (Paul Bettany) estão vivendo a vida dos sonhos no subúrbio, como um lindo casal apaixonado, mas coisas estranhas começam a acontecer. O que será realidade e fantasia nessa história?

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.