Siga nossas redes sociais

Crítica

Crítica: Liga da Justiça de Zack Snyder

Ciborgue e Flash são os destaques desse filme poderoso

Publicado

em

O que antes parecia um sonho finalmente se tornou realidade. Não é segredo para ninguém que o filme da Liga da Justiça de 2017 nunca foi a verdadeira versão do diretor Zack Snyder. Muitos mistérios e diferentes versões são contadas até hoje sobre o porque a Warner decidiu trazer Joss Whedon para mexer no filme, mas uma coisa é clara: Whedon fez um filme totalmente diferente do que o que vimos agora.

Snyder tinha uma versão clara para o Superman (Henry Cavill), Batman (Ben Affleck), a Mulher-Maravilha (Gal Gadot) e todos os outros membros da Liga da Justiça. Talvez pelo tempo de tela foi difícil para nós entendermos que esses heróis são deuses olímpicos modernos. Snyder nunca se inspirou apenas nos quadrinhos e é isso que faz sua Liga da Justiça ser de certa forma épica. Tudo, desde a trilha sonora, figurino, efeitos especiais, cada pequeno detalhe foi pensado para trazer essa sensação de grandeza e é muito difícil não se entregar a ela a medida que o enredo revela suas intenções e os personagens suas motivações.

Aqui os personagens são completamente diferentes da Liga da Justiça de Joss Whedon, com um destaque para Ciborgue (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller). As duas horas amais elevaram o nível de seus personagens de um jeito que muitos vão querer um filme solo deles. É impossível ver a Liga da mesa forma que antes. Snyder só precisava de um tempinho amais para entregar algo que deixaria críticos e audiência com um sorriso no rosto.

E talvez aí esteja o maior problema de Zack Snyder. Depois de pensar um pouco acredito que se o diretor tivesse que diminuir seu filme para duas horas e meia, como fez com Batman V Superman (2016), não teríamos algo tão poderoso. É bem provável que tivéssemos outro filme que dividisse os fãs. Snyder não nasceu para contar histórias curtas. Ele precisa de bastante tempo para desenvolver os personagens do jeito que ele quer que nós os vejamos.

Mas como estamos na era das séries, acredito que a Warner não se arrependeria de colocar nas mãos dele um projeto de seis horas. Ele brilharia.

Assista ao trailer:


Título: Liga da Justiça de Zack Snyder
Título original: Zack Snyder’s Justice League
Ano de lançamento: 2021
Direção:  Zack Snyder
Roteiro: Chris Terrio
Gênero: Super-herói
Nacionalidade: Americana

Sinopse: Com a morte do Superman (Henry Cavill) a terra está mais vulnerável do que nunca. Com a chegada de Steppenwolf (Ciarán Hinds), um dos servos do poderoso Darkseid (Ray Porter), Batman (Ben Affleck) precisa unir um time de heróis que possa bater de frente com essas novas ameaças.

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.