Siga nossas redes sociais

Coluna

8 Livros de Contos de Terror Nacionais

Publicado

em

Durante este mês de Halloween, nada melhor que conhecer novos contos de terror. Muitas vezes, antologias são uma preferência entre os leitores devido a este fato, permitindo-os a conhecer várias novas histórias em uma só leitura. Sejam fatos históricos modificados pela imaginação popular ou pela imaginação poética, ou apenas a pura imaginação, a coletânea de contos satisfaz a necessidade humana de contar histórias. 

Os contos de terror vão ainda mais além, permitindo as pessoas a demonstrar seus medos, explicar suas ansiedades e tentar entender o inexplicável. Esta histórias acabam passando de geração em geração até se transformarem em lendas. Neste outubro, então, vamos conhecer histórias clássicas e futuras lendas para entrar no clima de Halloween.

Confira 8 livros de contos de terror nacionais:

Medo Imortal

Medo Imortal: resgatando o sobrenatural brasileiro | Valkirias

Não é novidade alguma que a editora Darkside Books é uma pioneira no Brasil quando se trata no gênero terror. Produzindo constantimente obras de tirar o fôlego, a antologia Medo Imortal traz 32 contos clássicos de terror de autores ligados à Academia Brasileira de Letras. 

Os contos de terror selecionados para fazerem parte da antologia foram publicados entre a segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XX, resgatando os clássicos da literatura brasileira. 

 

Medo Imortal + Brinde Exclusivo - DarkSide BooksOrganizador: Romeu Martins
Autores: Afonso ArinosAfonso CelsoAluisio de AzevedoÁlvares de AzevedoBernardo GuimarãesCoelho Neto Fagundes Varela Humberto de CamposInglês de SousaJoão do RioJulia Lopes de AlmeidaMachado de AssisMedeiros e Albuquerque
Editora: Darkside Books
Número de páginas: 464

Sinopse: O ano é 1897. Estamos nas vésperas da celebração dos oitenta anos de publicação da primeiríssima edição de Frankenstein, ou o Prometeu Moderno, escrito por Mary Shelley. Naquele mesmo ano, outro inglês, H.G. Wells, lança em forma de livro O Homem Invisível e publica os capítulos iniciais de A Guerra dos Mundos em revistas da Inglaterra e dos EUA. Já o irlandês chamado Bram Stoker coloca nas livrarias o livro que viria a mudar sua vida e a história da literatura: Drácula. Do outro lado do oceano, nos Estados Unidos, um garoto de apenas sete anos acabou de escrever seu primeiro conto, que levou o nome de “The Noble Eavesdropper”. H.P. Lovecraft é este escritor americano precoce.

Mais ao sul do continente americano, no Brasil, naquele marcante ano de 1897, quarenta intelectuais se reúnem para fundar a Academia Brasileira de Letras (abl), inspirados em um modelo de agremiação de escritores já existente na França desde 1635. Cada um daqueles fundadores escolhe um patrono para nomear a cadeira que vai ocupar, e eles passam a chamar a si mesmos de imortais.

Canções de bruxas e rapsódias de fadas negras

Canções de Bruxas e Rapsódias de Fadas Negras (Cantigas da Escuridão) é a reunião de contos sombrios de Matheus Pontes que atende os entusiastas do subgênero. A série de contos macabros e excêntricos, diferentes de tudo que conhecemos possui um tom sombrio recheado por descrições grotescas e acontecimentos mórbidos que com certeza irá agradar todos os fãs de terror.

As ilustrações de Canções de Bruxas e Rapsódias de Fadas Negras (Cantigas da Escuridão) adicionam ao clima sombrio e excêntrico do livro, se posicionando como o livro perfeito para a sua próxima leitura de Halloween. Confira a resenha aqui.

 

Autor: Matheus Pontes
Editora: Editora Coerência
Número de páginas: 222

Sinopse: Em épocas e lugares distintos, pessoas mundanas lidam com seres aquém da compreensão humana. Inspirando mitos, contos, lendas e folclores de caráter nefasto, esses seres, embora por vezes hajam de forma meramente instintiva, como animais famintos, em maioria assumem uma natureza malévola e implacável, vendo o homem como nada além de um alvo para descarregar sua fúria.

Prepare-se para se surpreender com relatos de diferentes perspectivas, nos quais humano e criatura, ser vivo e o sobrenatural colidem. Entre canções e poemas declamados por bruxas e servas da noite, conhecimentos do oculto serão perpetuados.

As Melhores Histórias Brasileiras de Horror

Lançada em 2018, a antologia conta com 144 anos de histórias de terror de autores brasileiros. As Melhores Histórias Brasileiras de Horror apresenta 16 contos de autores bem conhecidos renomados na literatura clássica brasileira, escolhidos nesta obra para representarem o terror nacional. Alguns desses autores são bastante conhecidos por outros gêneros, mas acabaram se aventurando em algum ponto com o terror.

Em uma obra que representa a trajetóriado gênero no país, que mesmo rico em mitos e folclores, apresenta pouca escassa representação clássica em contos de terror como o exemplo da antologia citada acima.

 

As Melhores Histórias Brasileiras de Horror | Amazon.com.brOrganizadores: Marcello Simão Branco e Cesar Silva
Autores: Machado de Assis Aluízio AzevedoInglês de SousaAfonso ArinosJoão do RioTabajara RuasBráulio TavaresMarcia KupstasJúlio Emílio Braz Walter Martins
Editora: Editora Devir
Número de páginas: 272

Sinopse: “As Melhores Histórias Brasileiras de Horror” tem a intenção de mostrar o quão rica e assustadora é esta trajetória, com uma seleção caprichada que vai de 1870 a 2014, ou seja, cobre 144 anos, quase toda a trajetória independente da vida nacional. Procuramos escolher histórias representativas, em especial as que abordam mais de perto a cultura brasileira, além de se destacar pela qualidade literária. Nesse sentido o conjunto dos autores selecionados é demonstrativo do interesse de parte dos melhores autores brasileiros, de diferentes épocas. 

O livro apresenta um mosaico do que a ficção de horror brasileira já fez de mais interessante em cada época, permitindo uma experiência de leitura rica e diversificada. Aparecerão temas como canibalismo, feitiçarias e misticismos, catalepsia, erotismo sobrenatural, fantasmas e assombrações, fim dos tempos, epidemia, rituais pagãos, pactos e possessões, paranoias e conspirações. Um variado leque para despertar a imaginação e deixar os sentidos alertas. Pois o horror poderá estar à espreita em cada linha, em cada página. E certamente em todas as histórias.

Vozes do Joelma: Os gritos que não foram ouvidos

Reunindo autores reconhecidos por suas narrativas triunfantes dentro do gênero, Vozes do Joelma: Os gritos que não foram ouvidos une versões perturbadoras sobre as tragédias que ocorreram em um terreno amaldiçoado após os acontecimentos que deixaram quase 200 mortos e mais de 300 feridos. Expandindo os homicídios, acidentes e assombrações que permeiam um dos principais desastres brasileiros do o incêndio do edifício Joelma, os contos destes mestres do terror não prometem nada além do pertubante.

Vozes do Joelma: Os gritos que não foram ouvidos | Amazon.com.brOrganizador: Tiago Toy
Autores:
Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini 
Editora: Faro Editorial
Número de páginas: 288

Sinopse: O trágico acontecimento deixou quase 200 mortos e mais de 300 feridos, além de ganhar as manchetes da época e selar o local com uma aura de maldição. Esse fato até hoje ecoa em boatos fantasmagóricos que envolvem a presença de espíritos inquietos nos corredores do prédio e lendas sobre lamúrias vindas dos túmulos onde corpos carbonizados foram enterrados sem identificação.

Algo que nem todos sabem, é que muito antes do Joelma arder em chamas no centro de São Paulo, o terreno já havia sido palco de um crime hediondo, no qual um homem matou a mãe e as irmãs e as enterrou no próprio jardim. Devido às recorrentes tragédias que marcaram o local, há quem diga que ele é assombrado por ter servido como pelourinho, onde escravos eram torturados e executados. E sua maldição já fora identificada pelos índios, que deram-lhe o nome de Anhangabaú: águas do mal. Se as histórias são verdadeiras não se sabe… A única certeza é que a região onde ocorreu o incêndio tornou-se uma mina inesgotável de mistérios. E, neste livro, alguns deles estão expostos à loucura de autores que buscaram uma explicação.

Sombras da Noite

Esta antologia da Rouxinol Editora traz contornos sombrios ao mundo do terror e do suspense explorando uma cidade e seus habitantes que revelam segredos que nem se quer temos a oportunidade de imaginar. Com uma coletânea de autores jovens, os contos assombrados desta obra criam uma vida própria, juntamente a pequena cidade onde tudo se situa, criada exclusivamente para a antologia.

Sombras da noite - Rouxinol editora - Contos e Crônicas - Magazine LuizaOrganizador: Rodrigo Fonseca e Marlon Souza
Autores: Rodrigo Fonseca, Marlon Souza, A.T. Sergio, Alia Borelli e Miguel Dracul, Carlos Asa, Daniela Matos, Emersoon Lima, Erico Silva, Fernanda Egger, Gabriela Bilangieri, Guilherme Cepeda, Jhonatam Bueno, Mariana Albano Mello, Mari Ferreira, Mauro Plastina, P. Cezar, Rafael Danesin, Rafael Santos, Rafael Tsuchiya e Waldir L. Santos 
Editora: Rouxinol Editora
Número de páginas: 126

Sinopse: Coisas estranhas acontecem na cidade de Independência quando a noite chega. Mas nada que os habitantes daquela cidadezinha já não estejam acostumados. Convivendo com aquelas criaturas todas as noites, os moradores acabam tendo muitas histórias para contar na jornada em busca de abrigo, confiança e proteção até o nascer do sol. 

“Contos surpreendentes, apavorantes. O leitor conhecerá histórias que tirarão seu sono por muitas noites. Cuidado quando o sol se for.” – Soraya Abuchaim

“Inocentes forasteiros chegam à cidade de Independência em busca de inspiração, descanso e até um copo de cerveja. Na antologia Sombras da Noite o leitor é convidado a testemunhar o que acontecerá a eles, naquele momento em que perceberem que os moradores escondem histórias sinistras por trás de sorrisos de boas-vindas. Com doses pequenas e amargas, esta coletânea faz um brinde aos clássicos contos de horror de viajantes que encontram seu destino fatal numa pequena vila isolada. ” – Cláudia Lemes

31 Contos Assombrados 

31 Contos Assombrados possui dois volumes que reunem contos de suspense, terror e sobrenatural de diversos jovens autores. Especializando-se em antologias, a Rouxinol Editora propõe várias oportunidade para escritores iniciantes, propondo gêneros diversificados para suas obras. Não é nenhuma surpresa que a editora apresente uma linha de livros de contos de terror extensa, disponibilizando novas histórias aterrorizantes para os leitores.

31 Contos Assombrados - Livraria RouxinolOrganizador: Dêner B. Lopes
Editora: Rouxinol Editora
Número de páginas: 245

Sinopse: “Excelente sugestão para quem gosta de histórias e terror e sobrenatural. 31 Contos Assombrados te faz encarar o lado mais obscuro que existe na humanidade, o mais sombrio do mundo sobrenatural e o mais inconsciente de nossa própria consciência. Fez-me refletir sobre a linha tênue que existe entre a loucura e a sanidade, o real e o imaginário.”
Luh Celestty autora de “Sombras do Passado”

“Uma excelente reunião de contos aterrorizantes cheios de suspense e com algumas reflexões sobre o que mais amedronta cada um de nós. Temas do cotidiano com pitadas de assombração. Monstros, zumbis e vampiros trazem vários sustos durante a leitura. Nessa antologias você fica de frente com os mais diversos medos e mesmo assim, vai desejar que tenham mais de 31 textos.” Daniela Garcia Bezerra, jornalista e autora do blog Bio-Livros

“Cativante, é impossível parar de ler. Incrivelmente assustador.” Camila Borges autora da saga Andrômeda Nebulosa

 

31 Contos Assombrados Vol. II

31 Contos Assombrados Vol. II - Livraria RouxinolOrganizador: Felipe Gulyas
Editora: Rouxinol Editora
Número de páginas: 224

Sinopse: 31 Contos Assombrados Vol. II é uma antologia que reúne contos de suspense, terror e sobrenatural, organizada pelo escritor Felipe Gulyas.

“O organizador Felipe Gulyas reuniu um grupo seleto de escritores. Em mais um trabalho primoroso da Editora Rouxinol, os amantes da literatura de horror encontrarão nas páginas dessa obra espíritos atormentados, demônios, medo e trevas. O sobrenatural permeia os contos com tramas surpreendentes que instigarão a curiosidade dos leitores”. C.B Kaihatsu, autora.

Postumus – Relatos Sombrios

Com mais uma obra na lista, a Rouxinol Editora apresenta Postumus – Relatos Sombrios, uma antologia que envolve suspense, mistério e lendas urbanas. Desde a seleção dos autores até a escolha de cenário emblemático, a antologia spresenta contos que giram em torno da maldição do cemitério São Lázaro, localizado no Rio de Janeiro.

Postumus - Relatos Sombrios - Livraria RouxinolOrganizadora: Juliana Daglio
Autores: Ricardo de Jesus, Pedro Almada, Vivianne Sophie, Thaynara Oliveira, Vanessa Nunes, Jeane Tertuliano, Leo Mandotti, Brunna Bezerra Nunes, Soraya Abuchaim, Giovanni Tonussi, Raphael Miguel, Wallas Alexandria, Marina Rodrigues, Marciele Goetzke, Renata Christiny, Barbara Garret, Dayanne Fernandes, Alexandre Braoios, C. David, Bruno Godoi, Rodrigo Ortiz Vinholo, Helô Delgado, Bruna Schiavini, Bettina Winkler, Eduardo Celente, Jéssica Ribeiro, Marcio Muniz.
Editora: Rouxinol Editora
Número de páginas: 244

Sinopse: Embrenhado no meio das ruas mais ermas da cidade do Rio de Janeiro, esconde-se um dos mais enigmáticos cemitérios de todo país. Cercado com altos portões de ferro e muros abraçados por trepadeiras que não são cortadas há décadas, no seio das terras esquecidas e judiadas pelo tempo, estão enterrados os corpos de cidadãos brasileiros cujas vidas foram marcadas por tragédias das quais ninguém quer falar. Seus coveiros trabalham silenciosos, temerosos de perturbar os espíritos que cercam o local noite e dia; as famílias raramente prestam homenagens ou passam para deixar flores. Ninguém quer lembrar do que houve a essas pessoas. Histórias que o manteriam acordado a noite, que o tirariam a paz e colocariam seu espírito em frangalhos. Dramas familiares, abusos, terror físico e espiritual, marcaram a vida daqueles que jazem no cemitério São Lázaro.

Suas almas não estiveram em paz até hoje, pois suas histórias permaneciam no firmamento dos que foram esquecidos, vagando no limbo a procura de alguém que os ouvissem. Talvez agora eles possam encontram descanso, ou migrem as profundezas onde poderão reaver seus pecados.

Os vinte e seis autores dessa Antologia foram os fiéis ouvintes de tais relatos sombrios, sussurrados em seus ouvidos em sombrias noites de escrita. Agora é sua vez de conhecer o que há entre essas lápides. Prepare-se. O véu entre os vivos e os mortos já foi rompido.

Qual livro de contos de terror esquecemos de colocar nesta lista? Indique nos comentários.

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.