Sense8 – 1° Temporada
07 fev

Sense8 – 1° Temporada

Séries

Victor Tadeu

Sense8 conta a história de 8 pessoas em cada canto do mundo — exceto dois deles que são americanos — que compartilham as mesmas sensações após um evento. Eles são chamados de sensates e tem a capacidade de comunicar, sentir e apoderar da habilidade do outro, tudo isso acontece quando descobrem que estão ligados mentalmente e emocionalmente.

Tudo fica confuso quando um homem misterioso chamado Jonas aparece ajudando eles. Eles não entendem o motivo, até Jonas contar e apresentar Whispers, um homem que tenta caçá-los para ganhar acesso a uma mente sensate.

A série é original da Netflix e contém 12 episódios, em cada episódio você vai conhecer melhor os sensates, além disso, conhecer tradições e costumes diferente. Sense8 apresenta novos atores, alguns ótimos e outros precisam melhorar um pouco, mas nada interfere muito na história. O fato dos personagens poderem compartilhar habilidades chamou muito a minha atenção, pois um vai ajudando o outro, e, acabei entendo isso como uma crítica. Se você é capaz de realizar tal ação, porquê deixar de ajudar o próximo que depende da sua capacidade/habilidade?!

Infelizmente vou ter que aprofundar mais na série, creio que algumas pessoas não gostam de spoiler, então leia mais se você já assistiu a série ou não liga para spoilers. Mas antes de aprofunda, eu quero deixar claro que recomendo a série para quem tem a mente aberta, pois iremos conhecer personagens da comunidade LGBT, além disso, a série contém pesadas/ótimas cenas de sexo e surubas.

Eu não vou falar sobre cada personagem, até porque a matéria ficaria muito grande, pois cada um tem uma história diferente do outro, tem uma habilidade alheia e enfim, vai tornar a matéria enjoativa, mas quero falar um pouquinho sobre Jonas. Jonas é um sensate de outro grupo de 8 e surge do nada para ajudar o novo grupo de sensate, mas uma mulher também misteriosa aparece para uma nova sensate (Riley) e começa a dizer que Jonas não é confiável. Ou seja, eu tenho muita dúvida se Jonas é o herói ou vilão da série, o bom que a temporada acaba sem nenhuma pista sobre isso, o que colaborou muito para a próxima temporada.

Algo que fiquei sem entender foi o fuso horário, quando está de madrugada em uma parte do mundo, o personagem do outro lado ainda está acordado. Acho que eles deveriam trabalhar melhor nesse detalhe, pois eles têm a ideia de passar que os sensates moram em lugares distantes e isso foi um pecado muito notável durante a série.

Outro pecadinho que notei foi os romances muito rápidos, como eu disse a série tem 12 episódios e durante eles você encontra romances recentes que duram com se fossem de anos. Esses personagens acabam de conhecer um ao outro e acabam se apaixonando, achei um pouco forçado, apesar dos personagens serem bem construídos.

Algumas pessoas conseguiram reparar como alguns personagens seguem um padrão, sim, estou falando de esteriótipos. Como: policial americano, asiática que luta muito, o negro com a vida sofrida. Enfim não me incomodou muito, mas eles poderiam ter trabalho melhor e quebrar esses padrões impostos.

A série é boa, não vou dizer ótima porque achei algumas partes muito paradas e pelos pontos que citei acima. Mas recomendo ela para todos que têm a mente aberta e que não sejam menor de 18 anos, pois você vai encontrar com personagens LGBT demonstrando afeto (ponto super positivo) e, além disso, cenas de sexo e surubas muito bem produzidas.

 Assista ao trailer

Comentários

  • Crislane Barbosa

    Oi, Victor!
    Na época que foi lançado foi um burburinho e eu fiquei curiosa, mas acabei deixando de lado, pois tinha outras séries que me interessavam mais.
    Meu interesse na série é justamente por eles sentirem um aos outros e ‘darem’ uma ajuda com suas habilidades como você disse. Já as cenas de sexo intenso, teria que assistir longe dos olhos dos outros. rsrs…
    Não entendi sua reclamação sobre o fuso horário. O fuso horário é distinto pois eles estão mesmo em pontos diferentes do globo.
    Beijão!

  • Olá
    Eu não gosto dessa série, infelizmente assisti alguns capítulos, mas infelizmente não deu nem um pouco certo para mim. Até acho a premissa interessante e todos os elementos, sem contar que já li vários comentários positivos a respeito. Quem sabe, no futuro, eu de uma nova chance.
    Beijos, Fer

  • Jéssica Castro

    Oie , eu não tenho tempo pra olhar muitas séries , ouvi falar dessa mas vi muita gente reclamando dela :/ , então fico na duvida , quem sabe no futuro eu olhe e de uma chance as vezes damos chances a coisas novas ..
    bjs http://jesscastrojc.blogspot.com.br/

  • Luisa Aranha

    Ainda não vi essa série, mas tenho imensa curiosidade. Apesar de as opiniões serem bastante controversas sobre ela.
    bjos
    http://www.causoseprosas.com.br

  • Oi!!

    Tudo bem? Então, minha prima é totalmente viciada em Sense8 e fica muito revoltada por ainda não ter visto (fato que pretendo corrigir ainda esse mês!). Acho que os “romances rapidinhos” podem incomodar algumas pessoas, mas vi muita gente falando que eles tem uma conexão forte e tal e que é por isso que o romance parece durar muito mais do que realmente tem. Essa questão do fuso não me incomodaria em nada já que totalmente entendo pessoas que viram a noite acordada (eu sou assim) hahahaha.

    Beijinhos
    Jessie
    http://www.paraisoliterario.com

  • Ivi Campos

    Não tem como ficar imune a esta premissa. è muito diferente de tudo o que já se fez no gênero, então, minha curiosidade me assistir e acompanhar, é imensa. A questão do fuso horário também me deixou intrigada, mas quero muito poder ver.

  • Naylane Sartor

    Oie! Tudo bem?

    Já ouvi falar muito dessa série, mas não sabia sobre o que se tratava (para mim era policial) até que li sua resenha e vi que ela é diferente, tem um toque fictício e achei bem interessante a proposta dela, com certeza quando ela se encerrar irei assistir a todas as temporadas!
    Bjss

  • noconfortodoslivros@gmail.com

    Olá!! :)

    Eu não conhecia a serie mas ainda bem que gostaste bastante (mesmo que não taaanto assim!) :) Bem, eu confesso que não sei se assitirei..

    Isto porque há alguns temas que não me agradam muito e não me sentiria a vontade com esses momentos mais “loucos”! Mas quem sabe!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

  • Thayenne Carter

    Olá,

    Eis aí uma série que faz um sucesso estrondoso e que não sinto a menor vontade de assistir. Assim que lançou, tentei assistir ao menos o episódio piloto, mas não rolou, não consegui finaliza-lo. No entanto, tenho amigos que amam a série e mal podem esperar pela segunda temporada.

    Beijos,
    http://entreoculoselivros.blogspot.com.br/

  • Tiffannyk Gomes

    Olha essa é uma das únicas séries originais do netflix que não me chamou a atenção, acho que é por que eu associo ela com Heros que foi uma grande perda de tempo na minha vida.

    O que eu acho incrível nela é o nome que faz alusão tanto ao número de personagens quanto ao nome do “poder” deles, adoro esses jogos de palavras.

    Apesar de nunca ter assistido Will é crush certo haha

    Bjs
    http://www.paraisoliterario.com

  • drielymeira

    Oiee ^^
    Eu tenho muita curiosidade de ver essa série (inclusive a tenho salva aqui em algum lugar), mas o que está me impedindo de ir correndo assistir são as surubas…haha’ sério, eu olho o título da série ou qualquer coisa relacionada a ela, e já imagino o que não acontece nessa história. Vou tentar dar uma animada e ver o primeiro episódio logo *-*
    MilkMilks ♥
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

  • Barbara Mazzo Cabalero

    Oi.
    Eu assisti somente o primeiro episódio dessa série e não conseguiu prender minha atenção.
    Depois acabei não assistindo mais por falta de tempo. Mas acho que vou dar outra chance em breve, por conta dos comentários positivos e por achar interessante esse aspecto que você mencionou, de conseguirem compartilhar habilidades.

  • São Tantas Coisas

    Olá, eu não consegui gostar da série, acho ela muito confuso. Acredito que vi os trÊs primeiros episódios, mas nada nela fez com que eu parasse e assisti ao todo. Mas gostei da forma como você resolveu apresentar a série, mostrando os pontos fortes e fracos do enredo.

  • Larissa Telles

    Oi,tudo bem?

    Eu confesso que não tenho o costume de ver séries americanas, tanto que acompanho apenas 1 por enquanto. Mas essa fez um sucesso quando estreou que até fiquei curiosa para ver, mas eu não sabia do que se tratava e achei curioso ao ler sua crítica. Achei interessante essa coisa dos sensantes terem essas habilidades e serem ligados, mas não fiquei tão animada assim, pois os pontos negativos me desanimaram um pouco.

    Beijos :*

  • Pah

    Não assisti a série, mas pelo q vc disse sobre os romances, não seria por eles “sentirem” os outros pela conexão entre eles que talvez td pareça rápido demais?

  • É uma série bacana, mas não faz o meu estilo. Por mais diversificada seja o tratar sobre romances, as vezes, fico saturada. Mas um ponto bacana seria o fato deles sentirem-se sos, ou imperfeitos uns para os outros.
    Faces Em Livros

  • Cristina Ingrid

    Olá!

    Caramba, eu gostei muito dessa matéria, pois estava a mt tempo querendo ver essa série, mas não queria arriscar com medo de não valer a pena. Mas agora, lendo com mais detalhes sobre ela, vejo que é uma série cheia de elementos que me agradam muito numa trama. Por isso, mesmo com esses errinhos apontados por você, acho que vou arriscar, hein..

    Obrigada pela dica.
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾