Siga nossas redes sociais

Crítica

Crítica: Mulher-Maravilha 1984

Mulher-Maravilha 1984 finalmente chegou!!

Publicado

em

Patty Jenkins e Gal Gadot podem muito bem serem consideradas uma dupla de ouro. As duas fizeram um trabalho incrível no primeiro filme da Mulher-Maravilha (2017), mesmo um terceiro ato bagunçado não impediu que uma legião de fãs esperassem alegremente pela nova aventura da Amazona, tanto que muito já estava sendo especulado sobre a trama de Mulher-Maravilha 1984 apenas pelo título.

Mas a verdade é que o novo filme da DC Comics é bem mais simples do que muitos estavam esperando. Não que exista algo errado na simplicidade. Na verdade, diferente do que muitos estúdios pensam você não precisa fazer algo grandioso para chamar a atenção do seu público. Você só precisa ser fiel a história que quer contar e Patty foi bastante, com uma direção poderosa que mostra que ela merece mais reconhecimento de Hollywood.

Infelizmente, é bem provável que muitos tenham problema com essa nova abordagem. Mesmo tendo os atores certos e personagens mais do que carismáticos, Mulher-Maravilha 1984 é muito diferente do seu antecessor. O que nem sempre é algo ruim, mas a mudança inesperada e algumas decisões criativa podem muito bem dividir os espectadores, ainda mais quando você percebe que o primeiro filme é melhor.

No entanto, uma coisa que não falha é a relação de Gal Gadot e Chris Pine. A química entre eles é tão poderosa que fez toda a diferença no longa. Mulher-Maravilha 1984 não é um filme perfeito, e talvez alguns digam que não valeu a espera, mas ele consegue trazer um quentinho no coração nos seus momentos finais.

Assista ao trailer:


Título: Mulher-Maravilha 1984
Título original: Wonder Woman 1984
Ano de lançamento: 2020
Direção: Patty Jenkins
Roteiro: Patty Jenkins,  Geoff Johns e David Callaham
Gênero: Super-herói
Nacionalidade: Americana

Sinopse: O ano é 1984, e a Mulher-Maravilha precisa lidar com a nova ameaça que Maxwell Lord e a Mulher Leopardo podem trazer ao mundo, ao mesmo tempo que precisa entender o retorno repentino de seu antigo amor, Steve Trevor

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.