Siga nossas redes sociais

Entretenimento

O Älememoti: uma aventura violenta, perigosa e macabra

Segundo livro da trilogia A Lágrima de Giius é mais violento que o primeiro

Publicado

em

O Älememoti
Imagem: O Älememoti

Inspirado em grandes artistas, como J. R. R. Tolkien, Joe Abercrombie e Robin Hobb, o escritor André Regal dá continuidade a trilogia A Lágrima de Giius com o lançamento de “O Älememoti”, segundo título da história, que será lançado nos próximos meses pela Editora Kalima; a pré-venda já foi iniciada.

Ambientada na península de Elenesta, nesta continuação acompanhamos Symas lidando com seus demônios internos e com sangue nos olhos partindo em uma missão sozinho de pura vingança. Enquanto isso, Bärdey, sob ordens do rei de Cerne, visita Fienne à procura das relíquias sagradas com outras intenções em relação à capital vermelha.

O enredo também acompanha Vescas e Billa em encalços a Symas e como a forte Ashia encontra com os drinares, assim, convergindo os arcos dos heróis em um só.

“Uma história mais concisa, centrada e provavelmente mais violenta que a história contada em ‘O Brakki’ [primeiro livro da trilogia]”, informa André Regal em contato com o Desencaixados.

A obra é um dos primeiros lançamentos da Editora Kalima, nova editora do mercado editorial brasileiro que vem apostando em romances e HQs. Inclusive é possível adquirir o “O Brakki” e “O Älememoti” juntos pela loja da editora, clique aqui para acessar.

O terceiro livro da trilogia A Lágrima de Giius está previsto para ser lançado em 2022.

Sinopse de O Älememoti

O Älememoti Capa

Capa – O Älememoti

Com o mundo desfeito sob seus pés, Symas parte, sozinho, em busca de sua vingança. Enquanto isso, Bärdey, sob ordens do rei de Cerne, visita Fienne à procura das relíquias sagradas, mas ele tem outros planos em relação à capital vermelha.

Sobre André Regal

André Regal

Imagem: André Regal/Editora Kalima

André Regal, nascido no interior de Minas Gerais, é ator, dramaturgo e músico. Estreou no teatro em 2010, quando fez oficinas e cursos livres, sendo o Rio de Janeiro a cidade onde viria a obter formação profissional pela Escola Martins Penna. Sempre ávido por literatura, é influenciado por autores como Tolkien, Robert Jordan, Bernard Cornwell, Sidney Sheldon e mestres da escrita como Robert Mckee e Syd Field. Contribuiu com contos e crônicas de humor em algumas edições da tradicional revista mineira “Jararaca Alegre”. Em 2015, começou a trabalhar em sua primeira ficção fantástica, intitulada “A Lágrima de Giius” e publicava capítulos semanalmente na internet, voltando a fazê-lo em uma edição renovada em 2017. Também nesse ano, após concluir seu segundo romance, “Mirta Vento Amarelo – A Linhagem do Dragão”, publicou pela Chiado editora, e posteriormente, pela Flyve. O livro foi finalista do prêmio Cesgrangio e venceu dois prêmios em outro concurso literário. Seu segundo romance foi “O Brakki”, publicado de forma independente em 2018.

Continue Lendo
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.