RESENHA: Adelphos – A Revelação
14 fev

RESENHA: Adelphos – A Revelação

Notícias, Resenhas

Myrna Ariel

Título: Adelphos – A Revelação
Escritor: M. Pattal
Editora: Pendragon
Gênero: Fantasia / Jovem adulto
Número de páginas: 370

SKOOB

Adquira Aqui: Pendragon

Sinopse: Em Oykos os preparativos para os Jogos da Liberdade estão a todo vapor. Apesar do nome positivo, os Jogos são mortais e o seu resultado pode alterar o destino de todos os habitantes daquele mundo. Enquanto isso, os rumores de que um evento chamado “A Revelação” estaria prestes a acontecer e acabar com o domínio do dragão, tornam o cotidiano dos Oykanos tenso, gerando grande instabilidade entre as Terras. Adelphos é uma saga de tirar o fôlego, repleta de aventuras, surpresas, reviravoltas e mistérios que prendem o leitor da primeira à última página, ao mesmo tempo em que o leva a refletir sobre dilemas e conflitos do mundo real.

Enzo, Mila e Dan não faziam ideia que suas vidas iriam mudar. De uma hora para a outra eles deparam-se com um novo mundo para ser explorado. Na Terra, em suas vidas normais, os três estão preparando-se para as Olimpíadas e enfrentam os obstáculos que surgem devido as suas deficiências.

Enzo é surdo e sofre com a rejeição do seu pai, um advogado que dedica toda a sua atenção para a filha mais nova. Competindo na modalidade de Tiro com Arco, Enzo pretende ganhar uma medalha nas Olimpíadas para orgulhar o seu pai e mostrar que a sua deficiência não irá impedi-lo.

Mila tem glaucoma e sua visão é resumida em apenas sombras, mas isso nunca a fez parar de lutar pelo o que deseja. Sua vida é dividida entre as brigas com a madrasta e os treinos de Ginástica Artística, onde pretende atingir o nível necessário para participar das Olimpíadas. A mãe da garota morreu quando ela ainda era pequena e a falta que Mila sente acaba servindo de estimulo, mas algumas vezes o turbilhão de sentimentos acaba deixando-a sem chão.

Dan foi abandonado pela a mãe após sofrer um acidente nos trilhos de um trem, que o levou a ter que usar uma prótese na perna esquerda. Criado pela a avó, o garoto procura conquistar uma medalha no Atletismo nas Olimpíadas. Dan precisa conviver diariamente com comentários sobre sua deficiência ou sua cor, e ainda tem que lidar com o sentimento de abandono.

Os três nunca encontraram-se na vida, cada um trava as suas próprias batalhas em lugares diferentes do Brasil, mas uma luz no funcho da água pode mudar tudo. Em um dia normal, Enzo, Mila e Dan acabam parando no mundo de Oykos, e agora eles precisam enfrentar novas batalhas.

Adelphos – A Revelação é um livro que traz personagens principais carismáticos e muito bem construídos. Mila, Enzo e Dan são apresentados como adolescentes com algum tipo de deficiência, mas que vem lutando a sua vida toda por aquilo que deseja. A história dos três é muito marcante, cada um tem o seu problema pessoal que em algum momento do enredo terá que ser discutido e enfrentado.

O autor M. Pattal traz em seu livro personagens que mostram claramente que as suas deficiências só os tornaram mais fortes. Ao chegar em Oykos, Enzo, Mila e Dan já estão preparados para as batalhas que estão por vir, afinal esse novo mundo também possui problemas como a Terra.

Logo no início do livro somos apresentados a este mundo, e o autor se concentra em passar todos os detalhes possíveis sobre o povo, o sistema governamental, as brigas internas e muito mais. É surpreendente a criatividade  que foi necessária para a criação da história, temos povos e terras diferentes, cada uma com as suas próprias características. M. Pattal ainda traz plot twists inesperados ao decorrer do enredo, é preciso prestar atenção em cada informação que é passada para o leitor, pois em algum momento ela será usada.

Alguns autores nacionais trazem em seus livros histórias que se passam no exterior e com personagens gringos, outros preferem destacar a nossa cultura e levam o Brasil para as suas criações. Em Adelphos – A Revelação temos personagens brasileiros vivendo uma aventura em um ambiente fantástico, citações sobre como são suas vidas em suas cidades acontecem à todo momento.

Ao longo do enredo, os protagonistas viajam por todo o território de Oykos com o objetivo de chegar até Adelphos, em suas jornadas eles passam por outras cidades e tudo é muito bem explicado para que você não fique perdido, mas se isso acontecer é só conferir os mapas do lado Norte e Sul de Oykos que estão disponível no início e fim do livro.

Adelphos traz em seu enredo questões profundas, como por exemplo: ajudar ao próximo, acreditar que tudo se resolverá e o quanto isso é importante. Na história temos um conflito entre o Governante do Mundo de Oykos e os adelphianos, pois o governante serve ao Ponéros – um dragão adormecido nas profundezas do castelo – e quanto mais os adelphianos deixam de acreditar que o seu antigo rei retornará, mais Ponéros se fortalece. Se o dragão despertar a vida em Oykos ficará pior. Mila, Enzo e Dan não foram parar nesse mundo por acaso, eles são especiais para aqueles que acreditam.

Adelphos – A Revelação é um livro para aqueles que gostam de uma boa fantasia e aventura, com mundos complexos e muito bem explorados. A escrita de M. Pattal é bem leve e a leitura flui com muita facilidade, os sentimentos dos personagens são passados para o leitor de forma a complementar a experiência que o livro propõe. A Revelação é só o primeiro livro dessa série publicada pela Editora Pendragon, estou ansiosa para ver o que Pattal está planejando para o próximo volume.  

Comentários