Conheça as curiosidades sobre O Escolhido
05 jul

Conheça as curiosidades sobre O Escolhido

Coluna, Notícias

Victor Tadeu

Atualmente a Netlix está tornando um stremaing rico em diversidade, frequentemente a empresa lança título de outras nacionalidades, fugindo das produções hoollywoodianas e demonstrando como outros territórios também contém histórias incríveis e interessantes. A inclusão de séries originalmente brasileira começou com 3%, mas agora, fugindo de um cenário distópico, eles lançaram O Escolhido.

O show conta a história de três médicos indo até o Pantanal para aplicar uma vacina contra o zika vírus na população, porém os habitantes daquela região não acreditam na medicina e afirmam fielmente que os métodos são contra seus ideais. Todos ali acreditam no Escolhido, um homem selecionado por Deus para definir o destino de suas vidas e isso acaba gerando uma grande reviravolta de fé e espiritualidade.

Apostando uma ficção científica bastante abrasileirada, a produção de O Escolhido conseguiu desenvolver uma série bastante interessante e bem diferente de vários títulos brasileiros. Mesclando fé, crença, fanatismo e medicina dentro de um enredo envolvendo mistério acabou gerando diversas curiosidades que muitos expectadores não estão sabendo.

Por isso, hoje apresentaremos para vocês algumas curiosidades já reveladas pelo elenco e produção e que poucos estão sabendo. Aproveite esse momento e comente sua opinião sobre a série, além disso, também compartilhe alguma curiosidade que não tenha sido mencionada por nós.

A SÉRIE É UMA INSPIRAÇÃO DE NIÑO SANTO

Niño Santo é uma série mexicana, e apesar dessa inspiração para O Escolhido existem diferenças muito importantes de uma produção para a outra, isso foi mencionado durante algumas entrevistas. Os roteiristas pegaram toda a essência e adaptaram de forma brasileira, trazendo mais características nacionais.

É válido ressaltar que Niño Santo conversa muito sobre ciência e fé, porém condizente com as produções mexicanas. Por outro lado, O Escolhido procura explorar um thriller sobrenatura habitado em uma região não tão comentada no Brasil, o que não deixa também de narrar a dualidade da ciência e fé.

PRESENÇA DO FOLCLORE BRASILEIRO

Apesar de poucas pessoas saberem a riqueza do folclore brasileiro, a produção de O Escolhido decidiu introduzir as histórias dentro do enredo. Muitas das vezes essas referências são passadas despercebidas entre as cenas, justamente pelos personagens não mencionarem as tradições, mas um momento bastante nítido e marcante são as máscaras referenciais de Boi-bumbá.

Caso exista uma 2a temporada — o que desejamos muito — as influências do folclore brasileiro podem ser mais exploradas e introduzidas dentro da série, trazendo uma originalidade muito grande para a produção. É válido ressaltar que em Niño Santo não tem influência do folclore, seja mexicano ou não.

AS GRAVAÇÕES FORAM REALIZADAS EM TOCANTINS

Mesmo sendo habitada no Pantanal, a série não foi gravada exatamente lá. Também durante entrevista a atriz Paloma Bernardi (Dra. Lucia) informou que as gravações foram realizadas em Tocantins, exatamente em Natividade, uma cidade com a estimativa de 11 mil habitantes.

Portanto, Águazul é uma cidade fictícia.

OS FIGURANTES SÃO DE NATIVIDADE

Durante as cenas é possível perceber as características muito interessantes e bem trabalhadas dos figurantes, o tempo inteiro eles carregam uma essência bastante divergente de todo o elenco e isso traz um diferencial para O Escolhido. Provavelmente esse modo de se posicionar acontece devido a cotação de figurantes, pois todos são moradores de Natividade, onde aconteceu as gravações.

É necessário afirmar que não sabemos se a atitude dos figurantes dentro da série são reflexos dos seus modos fora dela.

A IGREJA FOI CONSTRUÍDA POR ESCRAVOS

Aparentemente Natividade é uma cidade povoada há muitos anos, principalmente após os atores revelarem que a igreja presente na série foi inicialmente construída por escravos e até hoje ela reside na região.

Durante essa mesma menção alguns informaram que essas condições de construção acabou trazendo um pouco de medo para algumas pessoas da equipe, principalmente em momentos de gravação noturna durante momentos chuvosos.

40 mil escravos foram libertados de lá.

OS ROTEIRISTAS SÃO CASADOS

Fortemente conhecidos dentro do mercado editorial brasileiro, Carolina Munhóz e Raphael Draccon são escritores de fantasia bastante consagrados; cada um deles já publicaram exatos dez livros. Porém, essa não é a primeira vez que Carolina Minhóz trabalha como roteirista, pois ficou responsável por escrever outras produções da Globo, só que, este foi o primeiro título que o casal escreveu juntos.

Ambos procuraram compartilhar um pouco de seus conhecimentos dentro de O Escolhido, principalmente ao trazer diversas referências para uma só produção. Mesmo com alguns problemas de roteiro, essa união acabou sendo funcional e bem agradável para o título.

A PRODUÇÃO FICOU NA REGIÃO ISOLADA DURANTE AS GRAVAÇÕES

Natividade é uma pequena cidade bastante afastada, por isso, toda a equipe precisou morar por um tempo na região, principalmente durante as gravações. Apesar de ser uma nova experiência, isso acabou desenvolvendo momentos tensos durante as filmagens, deixando tudo mais intenso e fazendo a ficção beirar a realidade.

ELENCO FICOU ASSUSTADO COM ENERGIA DESCONHECIDA

Por tratar de um local com histórico bastante doloroso, durante as gravações o elenco afirmou sentir energias estranhas, alguns chegando ficar assustados. As cicatrizes permanecem no local, ali teve uma história de bastante de dor, e em momentos de filmagens na igreja ou senzala ele sentiram uma energia muito forte.

Gutto Szuster afirma não ter sentido medo, mas, por outro lado, Paloma Bernardi fala que ficou arrepiada e chocada durante as gravações com velas na igreja.


Essas são as curiosidades que fomos informados até o momento, caso você conheça mais compartilhe conosco através dos comentários. Clique aqui para ler nossa crítica da 1a temporada da série.

Comentários