Postado por: Myrna Ariel

Dia 13 de novembro Michelle Obama saiu em turnê nos Estados Unidos para promover o seu livro Becoming: A Minha História. As salas lotadas já indicavam o sucesso que esse novo lançamento da editora Penguin Random House teria. Na semana que vem a campanha de marketing irá promove-lo na Europa.

Com 15 dias desde o seu lançamento Becoming já bateu recorde de vendas nos Estados Unidos, sendo o livro mais vendido em 2018 no país. Já foram vendidos mais de 2 milhões de exemplares nos Estados Unidos e Canadá. O livro já foi traduzido para 31 idiomas e também tornou-se o livro mais vendido na Itália, Espanha, Reino Unido e outros 3 países. A Editions Fayard, editora portadora dos direitos autorais do livro na França, anunciou que no país já foram vendidos cerca de 50.000 exemplares.

Em Becoming: A Minha História, Michelle Obama conta momentos da sua vida, como a dificuldade para engravidar que surpreendeu o público, já que nunca tinha sido comentado o fato dela ter sofrido um aborto e ter recorrido ao procedimento de fertilização para ter as filhas. No livro ela ainda fala sobre política e o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a polêmica que ele gerou ao duvidar da cidadania de Barack Obama.

Esse ano, o mercado literário dos Estados Unidos, está sendo marcado pela discussão política. O livro de Michelle acabou levando a algumas discussões políticas, principalmente quando ela retrata o cenário da Casa Branca após Trump assumir o cargo de presidente.

Livro está sendo lançado no Brasil pela Companhia das Letras.

Desencaixados - 2020 | Alguns direitos reservados