CRÍTICA — Resgate em Malibu
13 maio

CRÍTICA — Resgate em Malibu

Filmes, Notícias

Victor Tadeu

Título: Resgate em Malibu
Título original: Malibu Rescue
Data de lançamento: 13 de maio de 2019 (Netflix)
Duração: 01h e 9 min
Direção: Savage Steve Holland
Gênero: Comédia
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Aspirantes salva-vidas juniores competem contra crianças locais esnobes para se gabar dos direitos e da torre final em Malibu Beach, Califórnia.

Aumentando as variedades de filmes para assistir com a família, a Netflix lançou em maio o título Resgate em Malibu, uma aventura de comédia unindo um grupo de adolescentes em uma competição praiana.

Após entrar em diversos problemas sociais, todos pego em flagrante por uma policial, Tyler é recomendado pelo seu padrasto para inscrever no projeto de inclusão de Malibu, onde as pessoas competem para ser os salva-vidas da praia. Só que, após chegar no local o adolescente percebe que sua especulação diante da ação estava totalmente distante.

Resgate em Malibu dirigido pro Savage Steve Holland é uma comédia besteiro lançada em oficialmente pela Netflix, esse é um título que vai dividir uma parcela gigante do público, principalmente pela história um tanto infantil muitas das vezes lembrando as produções da Disney Channel e Nickelodeon.

Ricardo Hurtado vivendo Tyler não é muito desenvolvido, mas acaba sendo o único ator bem articulado dentro do filme, ele carrega todas as cenas como protagonista e faz todo o filme ocorrer. Mesmo com a presença de Ian Ziering (Sharknado) no elenco, é visível como o roteiro não soube fortalecer nenhum ator, principalmente ele que carrega um currículo muito grande dentro do mercado cinematográfico.

A história de Resgate em Malibu é muito previsível, desde o início é perceptível tudo o que vai ocorrer durante as cenas, principalmente levantando algumas opções para a conclusão de todo o enredo. O humor presente dentro do longa não é muito agradável, o besteirol é algo que requer muito desenvolvimento e  é raro os personagens arrancar uma risada dos expectadores, um problema muito forte para um título de comédia.

Resgate em Malibu é um longa-metragem com nenhuma novidade em enredo e acaba pecando diversas vezes durante a produção. É notório como em vários momentos o investimento era baixo para uma algum efeito agradável e/ou mais eficiente, pois diversos mecanismos utilizados são de baixa qualidade, muitas das vezes aparentando um desleixo da equipe; como erros de continuidade.

Savage Steve Holland (Big Time – O Filme) ficou responsável pela direção e acabou falhando miseravelmente, ele podia ter explorado alguns assuntos muito interessantes dentro da história que acabou deixando de lado por enaltecer a fraca comédia. Consequentemente todo esse combo de falta de atenção resulta em um título com apenas 1 hora e alguns minutos de duração, porém totalmente cansativo e arrastado.

Resgate em Malibu é um típico filme de Sessão da Tarde, com uma história fácil e muito clichê, onde um grupo de amigos entram em aventuras repleta de piadas sofridas e pouco funcionais. Esse é o ponto de partida para uma série do mesmo nome que também será lançada na Netflix em junho sobre a mesma história, cenário e personagens.

Nossa nota é:

Assista ao trailer;

]

Comentários