CRÍTICA: The Umbrella Academy – 1ª Temporada
06 mar

CRÍTICA: The Umbrella Academy – 1ª Temporada

Crítica, Notícias, Séries

Amanda Barros

0178829Título: The Umbrella Academy
Título original: The Umbrella Academy
Ano de lançamento: 2019 (Netflix)
Duração: 10 episódios
Criador: Steve Blackman
Gênero: Fantasia
Nacionalidade: Estados Unidos

Sinopse: Antes de falecer, o milionário Sir Reginald Hargreeves adotou sete crianças a fim de treiná-las para combater o mal. Depois que ele morre misteriosamente, esses jovens habilidosos unem suas forças para seguir o caminho para o qual seu pai adotivo os criou e acabam se envolvendo em um mundo muito mais perigoso do que eles imaginavam ser possível.

No dia 1º de outubro de 1989, houve o nascimento de 43 crianças cujas mães não estavam grávidas no início do dia. O milionário Sir Reginald Hargreeves adota 7 dessas 43 crianças, com o objetivo de treiná-las para combater o mal. Entretanto, Vanya Hargreeves parece ser a única comum dos filhos adotivos, por isso fica de fora das aventuras dos irmãos.

O excêntrico pai adotivo dá números para as crianças, o número 1 é Luther Hargreeves (Tom Hopper), ou Spaceboy; o número 2 é Diego Hargreeves (David Castañeda), ou Kraken; a número 3 é Allison Hargreeves (Emmy Raver-Lampman), ou Rumor; o número 4 é Klaus Hargreeves (Robert Sheehan), ou Seance; o número 5 (Aidan Ghallagher), ou The Boy não teve um nome comum como seus irmãos; o número 6 é Ben Hargreeves (Justin H. Min), ou Horror, o personagem já inicia a série morto sem muitos detalhes sobre sua morte; e a número 7 é Vanya Hargreeves (Ellen Page).

umbrella1

Cada um dos personagens têm suas peculiaridades que vão muito além de seus poderes e  a série explora muito bem a profundidade emocional de cada um, eles não são apenas uma família disfuncional ou um novo tipo de X-men, mas a série explora o lado humano de cada um e como a vida que os personagens levaram afetou o psicológico deles.

The Umbrella Academy é uma adaptação da história em quadrinhos de mesmo nome de Gerard Way (sim o vocalista da My Chemical Romance) em parceria com o quadrinista brasileiro Gabriel Bá que deu forma à história de Way. O autor entrou como produtor executivo da série, o que geralmente é um bom sinal para qualquer produção que é adaptação de uma história já existente.

A história mistura momentos de tensão, fantasia, ficção-científica, comédia e drama, em um roteiro com uma história complexa e cheia de detalhes, mas que em momento nenhum se perde e consegue unir todos esses aspectos no final. A série tem um enredo envolvente e inteligente que faz o espectador manter a tradição e maratonar todos os episódios de uma vez.

Um dos grandes destaques da série é a trilha sonora que além de ser muito boa, encaixa perfeitamente com as cenas e se torna impossível imaginá-las sem as músicas. O trabalho foi muito bem feito, tanto na trilha de músicas selecionadas quanto na original de Jeff Russo que dá um clima original e único para a série.

The-Umbrella-Academy

A obra em aspectos técnicos tem uma fotografia muito bonita e se adapta à personalidade de cada personagem, geralmente se mantendo em tons de cinza e azul em grande parte das cenas dos primeiros episódios, quando o enredo ainda está focado na morte do patriarca da família.

A série explora muitos aspectos diferentes como viagem no tempo, viagem ao espaço, apocalipse, vida após a morte, alteração da linha do tempo e muitos outros. Também não há como não citar dois vilões, assassinos de aluguel Hazel (Cameron Britton) e Cha-Cha (Mary J. Blige) que vão aos poucos conquistando um grande espaço na história e fazendo o espectador criar empatia com os dois, mesmo que o único objetivo deles seja matar, à primeira vista.

The Umbrella Academy deixou muitas pontas soltas, claramente porque a história está longe de terminar e mesmo tendo tantos espectros diferentes, o enredo não se mostra tão confuso quanto parece ser, mas sim cada vez interessante. É uma série para quem gosta de super-heróis, bizarrices e incríveis cenas de ação, e não deixa nada a desejar.

Nossa nota é:

5 (1)

Assista ao trailer:

 

Comentários