Postado por: Myrna Ariel

Título: Titãs
Título original: Titans
Ano de lançamento: 2018 (2 temporadas)
Duração: 24 episódios
Criadores: Akiva Goldsman, Geoff Johns e Greg Berlanti
Gênero: Fantasia, ação
Nacionalidade: EUA

Sinopse: As aventuras de um grupo de jovens aspirantes a heróis. Dick Grayson (Brenton Thwaites), provavelmente mais conhecido pelo seu alter-ego ‘Robin’, é o protagonista, que sai das sombras de Batman para se tornar o Nightwing, ou Asa Noturna, líder de um grupo de novos heróis que inclui Estelar (Anna Diop), Ravena (Teagan Croft) e Mutano (Ryan Potter).

Os eventos envolvendo Trigon ainda não chegaram ao fim, os heróis encontram-se dominados pelo grande demônio e resta a jovem Rachel ajudar os seus amigos e livrar-se de uma vez por todas do seu pai. Esse não é o único problema que os Titãs terão que enfrentar, o passado volta para assombra-los e desestruturar o grupo, e acontecimentos inesperados levam Dick a pensar se fez bem reunir os Titãs novamente.

A segunda temporada de Titãs começa do mesmo ponto do final da primeira, onde Trigon conseguiu controlar os heróis e pretende usar o poder de Rachel para dominar a Terra. Apesar do gancho que os roteiristas deixaram na temporada anterior, os problemas acabam se desenrolando muito rápido e a grande batalha que seria enfrentar Trigon acaba ocupando nem metade do primeiro episódio.

Um dos pontos principais da temporada é como o emocional de cada personagem foi abordado. Depois de todos os acontecimentos envolvendo Trigon, alguns Titãs acabam tomando outros caminhos, mas Dick, Rachel, Garfield e Jason retornam para a torre com o intuito de reunir mais uma vez um grupo de jovens que ajudarão a combater o mal da cidade. As cenas de lutas estão mais uma vez muito bem coreografadas, e ao longo dessa temporada heróis/vilões muito queridos do universo da DC aparecem.

A presença do Exterminador é o que vai mover o enredo principal, e acaba trazendo episódios destinados a mostrar o relacionamento dos antigos Titãs e porque eles se separaram. Nesta temporada a história da Rachel foi deixada um pouco mais de lado, mas sem perder importância para a trama em geral. Eles ampliaram o arco de cada personagem, como por exemplo, começaram a explicar um pouco mais sobre o passado da Kori e a situação do seu planeta, também trouxeram mais da Moça Maravilha e seu relacionamento com o restante da equipe.

Desde a primeira temporada Titãs se mostrou uma das séries mais sombrias do Universo da DC, com personagens intensos e muito bem interpretados. O destaque da temporada vai para Curran Walters, que interpreta o personagem Jason Todd, o ator brilhou em tela trazendo uma atuação muito bem feita. O personagem é um dos que possui o emocional mais abalado e desta vez conseguimos entender um pouco mais do Jason, e Curran Walters trouxe a essência do conflito que se passa na mente do novo Robin.

Entre os novos personagens presentes na série podemos citar o Superboy e Krypto que apareceram nas cenas pós-créditos do último episódio da temporada anterior. Outra aparição que fez os fãs enlouqueceram foi o Bruce Wayne, o Batman torna-se um ponto chave para a conclusão do enredo principal.


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Na primeira temporada vimos Dick queimar o seu uniforme de Robin e agora o veremos enfrentar os seus problemas internos, cometer erros e se questionar sobre quem realmente é. A culpa faz com que ele tome decisões precipitadas, mas tudo o que Dick passa acaba virando uma forma de aprendizado para assumir uma nova identidade, assim como acontece nos quadrinhos.

A segunda temporada está tão boa quanto a temporada de estreia, a trilha sonora está incrível e a essência sombria de Titãs foi preservada. Um novo gancho para o próximo enredo foi lançado no último episódio, o que indica que ainda teremos mais uma temporada pela frente.

Nossa nota é:

Assista ao trailer:

Desencaixados - 2020 | Alguns direitos reservados