Siga nossas redes sociais

Crítica

CRÍTICA: Segredos nas Paredes

Com muitas subtramas, Segredos nas Paredes aposta no suspense e no drama familiar, mas consegue falhar nos dois! 

Publicado

em

filme segredos nas paredes

Antes do sucesso estrondoso de Round 6 a Netflix já havia começado a investir mais em produções asiáticas e no ramo da sétima arte não foi diferente. É notório que cada vez mais filmes importados dos países do outro lado do globo estão recheando o catálogo da plataforma, sejam apenas distribuídos ou como produções originais. 

Indo contra a tendência de natal, a plataforma de streaming lançou o longa-metragem Segredos nas Paredes (The Whole Truth). A narrativa tailandesa acompanha os irmãos Pim (Sutatta Udomsilp) e Putt (Mac Nattapat Nimjirawat) que após sua mãe, Mai (Nicole Theriault), sofrer um grave acidente são obrigados a passar um tempo com seu avô (Sompob Benjathikul) e sua avó (Tarika Tidatid) que, além de terem hábitos diferentes do deles, escondem vários segredos. 

filme segredos nas paredes

Dirigido por Wisit Sasanatieng, o longa tem um ritmo bastante cadenciado e bastante lento, pois, ao apresentar uma quantidade desnecessária de subtramas, que pouco contribuem para o que seria a história principal, desconecta o espectador em diversos momentos prejudicando a imersão. Além disso, das inúmeras tentativas de jump scares poucas realmente funcionam, seja por movimentos de câmera, montagem ou trilha sonora que não ajudam na composição do terror que a produção propõe. 

Quanto às atuações, com roteiro e direção desconexos, é difícil afirmar um destaque no elenco, mas é válido ressaltar que Sutatta Udomsilp, sendo a protagonista na maior parte da narrativa, se esforça bastante para entregar verdade, porém a pouca consistência de sua personagem deixa bastante a desejar.

Por outro lado, a intérprete da avó, Tarika Tidatid, parece não saber dosar os tons de sua atuação, o que pouco convence o espectador. Entretanto, até metade do filme, o mistério ao redor da idosa doente instiga curiosidade e a atriz aproveita como pode esse momento. 

segredos nas paredes filme

Em 2 horas e 5 minutos de filme o roteiro apresenta muitas histórias e estabelece regras que não pretende cumprir no futuro, além de desenvolver de maneira superficial todas elas e o final, que deveria ser uma recompensa para quem está assistindo, não se parece em nada com isso. O longa introduz soluções mirabolantes e o roteiro se nega a respeitar a inteligência do espectador com um final desconcertante e decepcionante. 

O terror asiático é bastante conhecido e o maior representante tailandês é o famoso Espíritos – A Morte Está Ao Seu Lado, filme de 2004, que ganhou um remake estadunidense em 2008, porém o mesmo sucesso não se repete aqui e, apesar de ter boas ideias, Segredos nas Paredes se perde em diversas histórias desnecessárias, tentativas de sustos mal sucedidas e plot twists que não convencem quem está assistindo no melhor estilo M. Night Shyamalan que deu errado. 

Assista ao trailer de Segredos nas Paredes


poster segredos nas paredesTítulo: Segredos nas Paredes
Título original: The Whole Truth
Ano de lançamento: 2021
Direção: Wisit Sasanatieng
Roteiro: Abishek J. Bajaj
Gênero: Suspense, Terror 

Sinopse: Dois irmãos descobrem um buraco misterioso na parede da casa dos avós, que parecem não o enxergar, e acontecimentos assustadores passam a revelar segredos sobre a família que até então os jovens não conheciam. Esses acontecimentos levam os dois a ponderar sobre o que é verdade e qual perigo podem estar correndo. 

 

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.