Siga nossas redes sociais

Crítica

CRÍTICA: Matrix Ressurreição

O novo Matrix chegou, mas acabou não agradando muitos

Publicado

em

Faz quase vinte anos desde que The Matrix Revolutions estreou nos cinemas, fechando a franquia de um jeito um tanto amargo. Talvez por isso muitos pediam por um novo filme. Algo que pudesse trazer aquela sensação que só o longa de 1999 conseguiu fazer. A verdade é que o que foi feito no início da franquia talvez nunca mais possa ser repetido e é bem provável que uma das Irmãs Wachowski sabia disso, já que apenas a Lana voltou.

Se você é fã da fase atual das Irmãs Wachowsk, talvez olhe de uma maneira mais favorável para a história de amor que é Matrix Ressurreição. Não existe forma melhor para descrever o trabalho de Lana. Tanto Neo (Keanu Reeves) quanto Trinity (Carrie Anne-Moss) estão de volta a Matrix. Ambos sentem que algo está errado, mas eles não possuem lembrança do que viveram junto. Quando Neo é resgatado, ele acaba embarcando numa jornada mais pessoal para salvar sua amada. Algo que dura o filme todo e pode incomodar aqueles que gostariam de ver algo mais grandioso, já que a franquia Matrix é conhecida por ter revolucionado o cinema.

Não que a diretora tenha errado em ter dado mais espaço para o romance dos dois, algo que foi muito importante na trilogia original, mas mesmo aqueles que decidam se entregar a essa nova fase de Neo e Trinity podem se incomodar e muito com a execução. Matrix Ressurreição é bem longe de ser um filme sutil. Ele não tem medo de jogar ideias bem interessantes na cara do espectador, mas o roteiro não é bom o bastante na hora de coordenar o que quer que o espectador absorva. No final, tudo acaba chegando perto de uma bagunça completa.

O terceiro ato então é bem desapontador, ainda mais se levado em consideração o quão poderosa é a química entre Keanu e Carrie. Lana com certeza queria que o espectador se agarrasse no acento e torcesse para que Trinity se libertasse e lutasse ao lado de Neo, mas poucos devem ter feito isso. Talvez se tivesse outras pessoas na mesa de roteiro ou quem sabe uma nova diretora. A verdade é que essa franquia precisa urgentemente de uma nova visão e o que não falta é candidatos que fariam um trabalho melhor.

Matrix Ressureição ainda tem uma bela fotografia, bons efeitos especiais e atores que dão o melhor de si, infelizmente pouco se salva nessa bagunça. No final, nem mesmo as cenas de ação se destacam.

ASSISTA AO TRAILER:


Título: Matrix Ressurreição
Título original: The Matrix Resurrections 
Ano de lançamento: 
2021
Direção:
Lana Wachowski 
Roteiro:
Lana Wachowski, David Mitchell e Aleksandar Hemon
Gênero:
Ficção científica
Nacionalidade:
Americano 

Sinopse: Depois dos eventos de Matrix Revolutions, Neo (Keanu Reeves) volta a ser Thomas A. Anderson. O herói não tem lembranças de sua vida passada e Matrix foi apenas uma série de jogos que fez muito sucesso, mas quando ele conhece uma mulher parecida com Trinity (Carrie Anne-Moss) e um novo Morpheus (Yahya Abdul-Mateen II), ele precisa reabrir sua mente para a Matrix

Copyright © 2020 Desencaixados. Todos os direitos reservados.