Preconceito com a literatura nacional
02 jan

Preconceito com a literatura nacional

Faz parte de nossa cultura brasileira rejeitar de imediato tudo quem vem do país, seja a arte ou até mesmo a política. Em uma sociedade onde tudo está em rígida condenação e pré-concepção, uma parte dessa cultura morre lentamente, se tornando agora projetos secundários para aqueles que ainda lutam pelo movimento artístico. Espelhando um mesmo comportamento perante a política, muitos brasileiros são apáticos perante toda mudança, desconsiderando qualquer ação para modificar um situação atual. Infelizmente, no ramo literário não é diferente, onde crescemos com a visão parcial sobre a credibilidade desta como uma profissão no Brasil. E é assim que encontramos muitos desses autores nacionais, os heróis da resistência que, além de enfrentar o julgamento destrutivo de um cultura que não o apoia, ainda deve sofrer o preconceito pelo seu próprio povo, preconceito com sua arte.

Não é novidade que, quando se trata de mudanças, brasileiros não são os mais abertos as possibilidades, sendo inativos não apenas na política, mas também mostrando extrema resistência com qualquer ramo ligeiramente diferente do que lhes foram apresentados. Em um sistema de educação onde os estudantes, em vez de encorajados, são obrigados a ler e escrever sob ordem restrita, a originalidade se perde bem cedo. Agora com focos dissertativos, aulas que anteriormente deveriam incentivar a escrita, como Literatura e Redação, agora forçam moldes sobre os alunos que além de se distanciarem das próprias ideias, se distanciam também do senso crítico que vêm com elas.

Saindo, então, de uma formação de ideias pré-concebidas, estes alunos se tornam pessoas no mundo, compartilhando uma ideia em comum. Agora sem o senso crítico e extremamente distantes de qualquer arte, um brasileiro se espanta ao depara com alguém que fugiu do bando, alguém que ousou contar histórias em vez de simplesmente obedecer. É agora que ocorre o conflito onde tendemos a criticar e afastar tudo que nos é diferente. A mídia alimenta esse sentimento, divulgando uma cultura globalizada que não reconhecemos aqui no Brasil, uma cultura que adoramos, mas não conhecemos.

A literatura nacional infelizmente foi deixada de lado graças a este conceito do exterior. Arte vem de todas as partes, mas por algum motivo, muitos brasileiros se recusam a reconhecer a do próprio país. A porcentagem de pessoas que têm o hábito da leitura já é incrivelmente pequena no Brasil, fazendo difícil de acreditar que ainda nesta pequena fração, ainda deve ser quantificado o preconceito com os autores nacionais. Talento não falta, pois como muitos sabem, escritores brasileiros são batalhadores, já que a maioria não consegue viver apenas da escrita. Não, eles contam histórias por que amam e isso transparece na literatura.

A busca por novas histórias entre os leitores não para, porém muitos ainda se recusam a acreditar que várias dessas histórias estão sendo contadas por escritores brasileiros, estes que não têm quase nenhum retorno graças a este preconceito. A falta de editoras tradicionais reflete muito bem esse atitude dos leitores, já que para conseguirem lucro, devem sempre contar com a venda de livros internacionais, estes que nem sempre são melhores que as obras nacionais. Está concepção, porém, vangloriando autores estrangeiros não quebra apenas o espírito artístico do país. Não, ao voltar diretamente à costumes distantes, a população perde sua identidade, deixando de lado tudo que foi criado anteriormente.

O que resta agora é coragem, coragem por parte dos escritores que ainda tentam e ousam contar suas histórias na esperança que alguém as escute. Batalhando por uma sociedade mais envolvida nesta cultura tanto os autores quanto as editoras nacionais devem continuar reunindo esforços, lutando para seu espaço nesta população agora sem cara. Hoje, com a mídia social não é difícil ter acesso à incríveis histórias contadas por nacionais. Antologias irão te introduzir aos mais novos talentos da literatura brasileira; Plataformas online irão te disponibilizar uma enorme variedade de gêneros e enredos escritos por brasileiros. O que não falta é conteúdo, basta apenas uma chance!

Apoie um autor brasileiro hoje!

Comentários