Entenda porque séries estão sendo frequentemente canceladas
05 jun

Entenda porque séries estão sendo frequentemente canceladas

Coluna, Notícias

Victor Tadeu

Atualmente diversas séries estão sendo canceladas por grandes produtoras, infelizmente deixando os expectadores chateados com a decisão bastante comprometedora. A Netflix é um caso bastante notório e frequente sobre o cancelamento de séries, é muito comum os assinantes demonstrarem indignação levantando petições e/ou reclamando em redes sociais, mas existe uma explicação para tudo isso.

Desde o início da tecnologia a pirataria é um crime que atrapalha muitos desenvolvedores de entretenimento; seja no mercado cinematográfico ou literário. Apesar de a justiça combater contra essa situação, nós precisamos ser honestos o suficiente para não consumir esse erro, pois além dos produtores e editores também somos prejudicados.

Esta semana a série Lucifer está sendo pauta para discussão em diversos locais, muitas pessoas estão questionando se o show será renovado ou cancelado pela Netflix. Diante dessas perguntas diversos portais de notícias anunciaram a dúvida da plataforma de streaming e apontaram possíveis motivos para essa decisão está sendo bastante presente nas redes sociais.

Lucifer era exibido oficialmente pela Fox e após ser cancelada a Netflix adquiriu os direitos e continuou com a história, inclusive foi bastante elogiada pelos críticos e ultrapassou a audiência de Game of Thrones, uma série extremamente aclamada. Então fica levantado o questionamento, se teve repercussão por que corre risco de ser cancelada?

A resposta é clara e realista, vivemos em uma sociedade capitalista onde é necessário vender para “viver”, por isso nenhuma empresa investe em grandes títulos sem visar primeiramente o lucro e esse é o caso de Lucifer e diversas outras produções. Apesar desses grandes números existem possibilidades de a maioria ter assistido os episódios por sites que fornece serviço pirata, ou seja, gratuito, inviabilizando à margem de lucro de quem realmente produziu.

Ou seja, a série corre grandes riscos de perder um público gigante devido a pirataria está fortemente presente, consequentemente retirando o lucro para a produção de uma próxima temporada.

Isso acontece em diversos meios de entretenimento, hoje (05) a editora-chefe Maria Freitas utilizou sua conta do Instagram para fazer uma reclamação, onde leitores estavam compartilhando PDFs dos lançamentos, automaticamente impossibilitando a arrecadação financeira para estender o projeto que ela começou ontem (Todas as Letras do Arco-Íris).

A questão da literatura acaba sendo mais grave porque a quantia de investimento para a produção de uma remessa de livros não é barato, e acaba sendo uma situação ainda mais delicada quando brasileiros não consomem aqueles livros, os índices apresentam que o número de leitores no Brasil é muito baixo.

Maria Freitas promove a literatura LGBTQIA+ independe do lugar, e essa temática é bastante cobrada pela comunidade, pois não são representados fortemente no mercado editorial brasileiro, e o compartilhamento de PDFs acaba invalidando o investimento em outras obras do mesmo segmento, isso é problemático e contraditório para quem consome.

Portanto, o motivo de muitas séries serem canceladas, franquias de filmes serem deixadas de lados e muitos livros não serem publicados, é devido a consumação da pirataria; seja em território brasileiro ou não.

Comentários