Postado por: Safira Andrade

Já se sabe que muitos filmes como Mulan, A Viúva Negra, Um Lugar Silencioso, Velozes e Furiosos e Mulher  Maravilha – 1984 tiveram seus lançamentos adiados em razão da pandemia. Com o avanço dessa crise por quase todos os países do mundo, é de se esperar que mais lançamentos sejam adiados e agora, com o fechamento dos cinemas, os produtores e cineastas de Hollywood estão preocupados em como a Covid-19 poderá atrapalhar o calendário a longo prazo.

O calendário de lançamentos é geralmente feito com anos de antecedência visando um maior lucro para as instituições cinematográficas. Essa antecedência impede, por exemplo, que dois grandes filmes sejam lançados muito próximos e haja uma competição que possa trazer prejuízo para as produções.

Com o avanço inesperado desse vírus, o catálogo de filmes que serão lançados a partir de agosto poderá ficar sobrecarregado e assim, causar uma certa redução do apetite dos expectadores pelos filmes. Além disso, essa grande quantidade de filmes sendo lançada na mesma época pode “canibalizar” futuros lançamentos de um mesmo estúdio, por exemplo.




Em um bom cenário, tudo estaria normalizado até o meio de maio, podendo evitar uma catástrofe cinematográfica. Em um cenário ruim, a situação dos cinemas só seria normalizada depois de julho, trazendo um “caos” para os cinemas do mundo.

Como a Disney detém muitos títulos e franquias de sucesso, vários outros estúdios estão esperando sua reorganização de datas para evitar uma competição muito difícil de vencer e também possíveis fracassos, prejuízos e também um “esquecimento” de críticos em futuras premiações.

Desencaixados - 2020 | Alguns direitos reservados