The OA
01 fev

The OA

Séries

Victor Tadeu

The OA é uma série original da Netflix que conta a história de Prairie Johnson. Prairie era uma garotinha cega que desaparece bem perto de completar seus vinte e um anos, e só após sete anos ela aparece com a visão recuperada. A história da série é basicamente isso, Prairie contando o que houve com ela durante esses sete anos.

Assim que assistir o trailer, fiquei bem confuso e pelo que entendi foi justamente esse o intuito do trailer. Nele você encontra fatos da série sem nenhuma explicação, sem nenhum aprofundamento do que se trata a história, é tudo superficial. Eu acho que esse foi um dos motivos de várias pessoas estarem se surpreendido com The OA.

A série começa com a chegada de Prairie em casa. A cidade e os jornais locais ficam loucos para conversarem com a garota, para descobrirem o que houve com ela e como ela conseguiu voltar a enxergar. Mas ela resolve selecionar algumas pessoas para narrar detalhadamente e experimentalmente o que aconteceu durante o seu sumiço.

Alguns internautas estão comparando a série com Stranger Things, outra série maravilhosa lançada pela Netflix. Eu só consigo assemelhar poucas coisas entre elas; 1. As duas séries foram lançadas sem divulgação, a Netflix simplesmente lançou o trailer e após poucos dias liberou todos os episódios; 2. Elas contém seres míticos e um portal (fantasia e ficção científica). Fora isso nada tem nenhuma relação (até agora foi o que consegui compreender), sem falar que ambas séries são maravilhosas.

The OA é composto por 8 longos episódios, alguns são mais razoáveis, mas isso não atrapalha você assistir a série, pois cada episódio acaba na metade de um acontecimento e isso te incentiva assistir o próximo imediatamente, quando você assusta já está quase terminando a série. Em cada episódio você acaba conhecendo melhor cada personagem, você encontra alguns problemas sociais e familiares bem comum em qualquer lugar do mundo, considero isso como uma crítica, além disso, em algum momento da série você vai acabar se identificando com alguém.

Uma coisa que chamou bastante a minha atenção, foi como a mãe da protagonista se coloca diante da situação. Ela é bem conservadora, proíbe a filha de quase tudo, reage de forma quase ridícula em alguns locais e eu não sei como descrever isso, pois achei fantástico a forma que a Nancy Johnson (Alice Krige) entrou no personagem. Outra coisa que gostei muito em relação aos personagens, foi rever o Scott Wilson, sendo o pai de Prairie como Abel Johnson.

Eu não posso deixar de comentar sobre os efeitos que usaram na série. Os filtros combinaram perfeitamente com o mistério que é apresentado, pois o clima dark e misterioso, combinou perfeitamente com as cores usadas no filtro. Uma coisa fortaleceu a outra e acabou enriquecendo a imagem. Não sei se foi o intuito dos diretos, mas quando você assiste a série, você acaba se colocando no lugar da protagonista e se sente dentro de um livro narrado na primeira pessoa. Eu fiquei de cara como consegui sentir o que os personagens sentiam e cheguei chorar em alguns momentos.

A série questiona muito sobre a morte e a vida. Posso considerar a história como uma filosofia sobre esses assuntos, pois a forma que trataram a morte e a vida, foram bem trabalhadas e estudadas, quando digo estudadas não estou falando cientificamente, estou querendo dizer sobre a história, não ficou com pontas soltas (as que ficaram foram para continuar a próxima temporada).

Mais uma vez a Netflix apostou em uma série totalmente enriquecida em conteúdo, além disso, ela não tem semelhança com outras séries em relação às ideias. Apesar de alguns atores serem novos, não deixou a série ruim. O legal de The OA é saber pouco, pois conforme os episódios vão passando você vai se surpreendendo de uma forma diferente, muitas pessoas não vão gostar por ser uma série nova e um pouco confusa, mas muitos irão se apaixonar por ser bem trabalhada e totalmente inovada.

 

Assista ao trailer

Comentários

  • Ola
    Confesso que só assisti ao primeiro capítulo, fiquei confusa demais e deixei a série de lado. Mas ainda assim pretendo retomar em outro momento. Li alguns comentários que me deixaram bem intrigadas. Não tenho dúvidas de que será possível ser surpreendido a cada capítulo mesmo!
    Beijos, F

  • Crislane Barbosa

    Oi, Victor!
    Estou curiosa com esse série. Só vejo as pessoas falarem sobre ela, mas não cheguei nem a ver o trailer, pois geralmente eles dão muita spoilers. Mas como você disse que o trailer faz mais confusão do que explicação fui conferir. É realmente bem confusa e não consegui entender nada. rsrs…
    Estou ainda mais curiosa. Vou tentar conferir a série logo. ^^
    Beijão!
    Blog La Garota
    Blog As Meninas Que Leem Livros

  • Helyssa Santos

    Oi, já comecei a assistir a essa serie e estou curtindo, apesar de achar meio confusa… Espero que muito mais pessoas se animem pois tem valido a pena. Bjs

  • Olá,
    Ainda não terminei essa temporada e achei uma série bem confusa e que só aos poucos vamos conseguindo montar o quebra cabeça. Com certeza não é uma série para todos.
    Só não concordo com sua consideração sobre a Nancy, já li e vi várias coisas sobre pessoas que passam por essa situação de alguém desparecer e voltar sem grandes explicações. Ali, como mãe, é um mecanicismo de defesa ela quer entender o que aconteceu com sua filha e proteger para que ela não desapareça de novo.

    Abç.

  • Bruna Costabeber

    Olá!
    Já vi várias vezes esse seriado no Netflix, mas não tinha animado de ver até ler sua postagem. Gosto muito desse clima Dark e achei muito legal terem usado de filtros para ajudar nessa combinação. Também achei bem interessante ela ser enriquecida em conteúdo e não se assemelhar com nenhuma outra série.
    Achei curiosa a forma como a mãe lida com a situação, mas acho que preciso ver isso tudo no contexto para entender completamente.
    Beijos ♥

  • Carol Mendes

    Eu assisti essa série, e é como você disse, justamente por ter um trailer superficial foi que fiquei curiosa pra assistir. Foi tão confuso que quando fui assistir, tava achando que era um filme, haha.
    Adorei suas impressões sobre a série e concordo com tudo, é confuso e ao mesmo tempo, no fundo, a gente entende ao se identificar com algum personagem.

    Virando Amor

  • Olá,
    Eu comecei a assistir e não terminei ainda. Acho a série extremamente inteligente. Pretendo acabar em breve e concordo com o que disse, o melhor é ir se surpreendendo.
    Mas tem um post do Netflix, que The OA, Strange Things e uma outra série que não me lembro, estão de certa forma interligadas. Vamos ver em breve como isso será explicado, confesso que fiquei bem curiosa.
    Beijos
    http://www.estilo-gisele.blogspot.com.br

  • Naylane Sartor

    Oie! Tudo bem?

    Já ouvi falar dessa série e por mais que ela me parece bastante interessante, não consigo sentir vontade de assistir os episódios, irei procurar saber mais sobre ela e quem sabe me interesso realmente, a unica coisa que me chamou a atenção nela, foi a parte da fantasia!

    Bjss

  • Oie!
    Eu ainda não assisti essa série, mas já coloquei na minha lista para assistir. Eu não sabia tanto detalhes sobre a trama, mas fiquei bem empolgada para assistir. Achei bem interessante a história apresentada.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

  • Maria Luíza Lelis

    Olá, tudo bem?
    Nossa, eu estou com uma lista de séries enorme que nunca consigo colocar em dia hahaha.
    Eu vi o trailer de The OA e, como você fiquei muito confusa. Só que, ao invés de despertar minha curiosidade, o trailer acabou fazendo com que eu não me interessasse.
    Depois de ver seus comentários, achei bom saber mais detalhes da trama e fiquei curiosa para assistir. Mas, no momento, tenho outras séries que estão há mais tempo na minha lista, então, essa terá que ficar mais pra frente.
    Beijos!

  • Amanda Gomes

    Oi, tudo bem?
    Já assisti a primeira temporada e até hoje estou super ansiosa pela segunda. O jeito que terminou me deixou super maluca, haha. Admito que a série é mesmo confusa, a pessoa tem que ter um pouco de paciência ao assistir para ir entendendo aos poucos, fora pensar em diversas teorias, né.. mas é muito legal e bastante único mesmo, não se compara a nada que eu já tenha assistido ou lido mesmo. Adoro como ele provoca essas reflexões sobre a vida e a morte.

    Beijos! ♥

  • Carolina Ramires

    Olá!
    Vi muita gente falando dessa série quando ela estreou, mas até agora não consegui assistir, mas ainda quero porque o tema me chama muito a atenção. Acho que o que atrapalha um pouco são esses episódios longos, que pode ficar uma coisa mais maçante, mas espero um dia, ainda esse ano, conseguir conferir.
    Beijos.

  • Grazielli

    Oie amore,
    Olha não sou muito de assistir série, são pouquíssimas que me aventuro. Essa já ouvi falar mas não me atrai no momento, então, passo a dica!
    Ainda assim obrigada pela dica!
    Beijokas!

  • Jalysson Waldorf

    Essa série é fantástica demais. Eu particularmente, acho uma das melhores originais da Netflix. Então, as atuações foram maravilhosas. Quando aos eu comentário dos efeitos, como um estudante de cinema, devo lhe informar que na edição, é onde o filme acontece de verdade. É ali que a história é contada através da montagem e cores.
    Gostei demais da sua explicação do que achou sobre a série., parabéns.

  • Ana Gabriela

    Assisti até o terceiro episódio e não tava dando. A história não fluia de jeito nenhum comigo e eu desisti. Pedi pra um amigo spoilers do final e fiquei feliz que não assisti pq achei meio tosco hahaha. Comigo não deu muito certo :/
    http://www.belapsicose.com

  • Dayhara Martins

    Quero a segunda temporada demais! A maneira que terminou me deixou em extase, preciso compreender algumas outras coisas! Acho o lance dos efeitos um grande marco na série, fez toda a diferença.

  • Erick

    Olá!
    Conheço esse seriado da netflix, mas ainda não o vi.
    Parece bem interessante o fato de abordar esse tema, da vida e da morte.
    A netflix está sempre arrasando com suas séries.
    Espero ver em breve….

  • Nayara Borges

    Olá!
    Eu já tinha ouvido falar dessa série, mas ainda nem tinha visto o trailer. Eu assisti Stranger Things, mas apesar de ter gostado, não achei grandes coisas, por isso eu fiquei com um pouco de receio de não gostar dessa série. Mas, como você diz que se parecem apenas em alguns aspectos, eu coloquei na minha lista, Eu gosto de séries, filmes, etc de ficção cientifica, mas realmente as vezes os fatos são bem confusos, assim como trailer. Coloquei na minha lista, vou tentar ver em breve.
    Beijos,
    Nay
    @travelingbetweenpages

  • Amanda Colares Stach de Campos

    Ola!!
    Essa é a primeira resenha que leio dessa série e confesso que fiquei bem curiosa. Gosto de séries com esse clima dark e quando podemos nos identificar com ospersonagens e sentir o que eles sentem…
    Além disso, tenho adorado as produções priinais da Netflix e com certeza essa série está na minha listinha.
    Um beijo!

    http://www.asmeninasqueleemlivros.com

  • Priscila Alexandre

    Assisti essa série rapidamente e a cada episódio eu simplesmente não podia parar! Foi tudo numa “sentada” só!

    Gostei muito das premissas contadas pela Prairie, é algo que nos faz pensar muito a respeito das discussões que ela passa aos seus 5 escolhidos. E o final é arrasador! Quero muito a segunda temporada!

    Abraços!
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com

  • Tamara Padilha

    oi, bacana, eu nunca tinha ouvido falar nessa série e gostei do enredo. Sou cega total, então gosto de ver como os autores tratam personagens cegos dentro de filmes, séries e livros porque na maioria das vezes não é de uma forma legal. Infelizmente, não assistirei porque não gosto muito de acompanhar séries, e tem a ficção científica que certamente não me atrairia.

  • Maah.

    Oie
    Não conhecia essa série, mas curti muito a sua resenha e o mistério dessa série. O Netflix está sem a menor dúvida arrasando nas produções próprias.

    beijos