RESENHA: Só Escute
15 out

RESENHA: Só Escute

Resenhas

Victor Tadeu

Título: Só Escute
Autora: Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Gênero: Romance
Número de páginas: 347
SKOOB

Adquira aqui: Amazon

Sinopse: Para encarar a verdade, você precisa estar disposta a ouvi-la.

Ano passado, Annabel era a típica “garota que tem tudo” — inclusive era esse o papel que interpretava no comercial de uma loja de departamentos da cidade. Este ano, porém, ela é a garota que não tem nada: não tem mais a amizade de Sophie; não tem uma família feliz desde a descoberta do distúrbio alimentar de uma de suas irmãs; e não tem ninguém com quem passar a hora do almoço na escola. Até conhecer Owen Armstrong.
Alto, misterioso e obcecado por música, Owen é um garoto que vivia se metendo em brigas, mas agora está tentando mudar. Um de seus novos lemas é sempre falar a verdade, não importa qual seja, e jamais guardar ressentimentos.
Será que com a ajuda desse amigo inesperado Annabel vai conseguir encarar a verdade e enfrentar o que aconteceu na noite em que brigou com Sophie?

Annabel Greene é uma modelo de propaganda muito bem conhecida por aqueles que consomem televisão, apesar de está sempre sorrindo para as câmeras e interpretando diversas vidas em protagonistas roteirizados, ela não é quem realmente aparenta diante das filmagens. Toda a sua carreira começou desde pequena, pois suas duas irmãs mais velhas já foram modelos — uma aparente tradição familiar — e ela ingressou devido às portas que se abriram, mas não era exatamente isso que ela queria.

A vida daquela família que sempre esbanjou sorrisos de felicidades estava muito distante de ser feliz, os problemas internos estavam intensos, principalmente pelo distúrbio alimentar desenvolvido por uma das irmãs de Annabel. Sendo que, o convívio social da garota também não estava muito bem, especificadamente dentro da escola, onde sua ex-melhor amiga passou odiá-la por uma situação complicada e provavelmente muito complexa.

Sendo recusada por todas as amigas, Annabel começa levar uma vida bastante limitada e recheada de amargura. Todas a ignora e começam espalhar boatos sobre a situação que levou o rompimento da amizade com Sophie, atualmente a garota mais popular do colégio. Porém no meio de tantos problemas familiares e sociais, Anna conhece Owen, um garoto totalmente misterioso e com um passado oculto, que começa mudar sua vida por completo.

A menina tinha outras amigas para passar o tempo na escola, mas todas estão ignorando-a e somente o novato consegue ajudar Annabel. Guardando um segredo intenso e consequentemente arriscado, a jovem começa a ter confiança em Owen e é nesse exato momento que conseguimos compreender o que levou Anna ser tão odiada por aqueles que a consideravam amiga.

“E, embora já fosse muito difícil tirar de uma pessoa uma coisa que a deixava feliz, era mais difícil quando precisava ser a única. (página 38)”

Só Escute, publicado pela Seguinte, um selo editorial Grupo Companhia das Letras, é o segundo título traduzido e publicado no Brasil da escritora Sarah Dessen. O livro foi publicado em 2017, porém até hoje a história é bem discutida pelos leitores da autora, por isso, fizemos a leitura através de uma cortesia cedida pela editora e para saber nossa experiência continue fazendo a leitura da resenha.

Sarah Deesen conseguiu desenvolver a história de forma bastante agradável, já que no início somos apresentados aos personagens e como a protagonista se relacionava com eles, e de forma totalmente natural e repleta de revelações presentes e/ou nostálgica vamos conhecendo melhor toda a história de Annabel. Desde o começo da leitura o leitor poderá ficar curioso com o desfecho do livro, já que todas as informações impactantes são reveladas aos poucos e com bastante eficiência.

Apesar de há muitos anos esse assunto ter sido censura e/ou até mesmo abordado de forma rara e superficial, nos dias de hoje vários escritores estão procurando falar sobre qualquer tipo de assédio em suas histórias. Sarah Deseen introduziu o assunto na história, apesar da forma que ela desenvolveu o assédio em seu livro ter sido leve — nada pesado ou com cenas fortes —, achamos válido ressaltar essa passagem na resenha, para evitar qualquer forma de decepção ao fazer a leitura da obra.

A vivência de muitas pessoas que trabalham como modelo de propaganda em televisões e diversos outros meios de comunicações, são protagonistas desenvolvidos para conversar com um público específico, muitas das vezes fugindo da realidade de inúmeras pessoas. Fazendo a leitura de Só Escute conseguimos acompanhar de forma notória e nítida toda pressão que essas pessoas sofrem durante o empenho das gravações e fora dela, como exemplo acompanhamos Annabel e suas irmãs, cada uma sofrendo de forma diferente e levando suas prioridades para frente.

“Então, de repente, senti alguma coisa bater no meu braço esquerdo. Não um móvel ou um objeto, mas uma coisa viva. Alguém. (página 246)”

Cada personagem carrega consigo suas prioridades e particularidades, assim reforçando a personalidade de cada um deles. A escritora conseguiu trabalhar de forma bastante admirável a construção deles, já que eles não foram criados para tampar buracos, ou seja, todos tem uma função válida e bastante visível dentro da história, seja o protagonista ou o antagonista.

Sarah Deseen tem uma escrita direta e bem aplicada dentro da história, durante toda a leitura o leitor consegue sentir como a escrita é fluída o bastante para engrenar a leitura de forma agradável, assim eliminando qualquer capítulo e/ou parte massante ou totalmente entediante. Além disso, ela consegue abordar temas sensíveis com muita facilidade, trazendo uma sensibilidade para dentro de Só Escute.

Como de costume a Seguinte teve um trabalho incrível com todo o trabalho editorial dessa obra, os materiais utilizados para o desenvolvimento e criação da edição física são de total qualidade, além disso, o material de capa é um pouco borrachudo. O desenvolvimento do capista é bom, apesar de visualmente a capa ser um pouco confusa, porém não deixa de ser interessante e chamativa. A diagramação do livro também está boa, a fonte e o tamanho confortáveis aos olhos e tudo colabora para uma leitura instigante.

Só Escute é um drama adolescente, na qual a leitura fica indicada para todos, principalmente para quem gosta de acompanhar pessoas conhecendo o interior uma da outra. Mesmo contendo um assunto muitas das vezes não tão agradável recomendamos algumas pessoas ficarem atentas à esse aviso, pois pode despertar alguma lembrança, assim, desenvolvendo um gatilho. — Mesmo que sem intenção e de forma leve.




Leia também:

RESENHA: Mais Que Amigos
RESENHA: Aos Dezessete Anos
• RESENHA: Quem Tem Medo do Feminismo Negro?
• RESENHA: Portas Erradas, Amores Certos

Comentários