RESENHA: Haunting e Poltergeist
28 abr

RESENHA: Haunting e Poltergeist

Resenhas

Victor Tadeu

Título: Haunting e Poltergesit, Contos de Fantasmas e Assombrações
Autores: São 19 autores
Editora: Editora Illuminare
Gênero: Antologia de Horror/Suspense
Número de páginas: 120

Adquira aqui: Exemplares esgotados, em breve em formato digital na Amazon

Sinopse: Haunting e Poltegeist, Contos de Fantasmas e Assombrações é mais uma antologia organizada pela Rosana Mierling, autora de Diário de uma Escrava e uma das maiores organizadoras de antologias da Editora Illuminare. O livro foi publicado recentemente e contém 19 contos com tema horror e mistério.

Haunting e Poltegeist, Contos de Fantasmas e Assombrações é mais uma antologia organizada pela Rosana Mierling, autora de Diário de uma Escrava e uma das maiores organizadoras de antologias da Editora Illuminare. O livro foi publicado recentemente e reúne 19 autores, cada um contando um conto de horror e suspense, envolvendo diversos aspectos.

A Editora Illuminare é uma porta para vários autores iniciantes, ela sempre procura organizar projetos literários para realizar o sonho daqueles que nunca tiveram uma oportunidade. Então é bem comum eles estarem organizando antologias para revelar novas estrelas da literatura, e em Haunting e Poltergeist não foi diferente. Apresentando contos curtos e impactantes, a Rosana Mierling conseguiu unir uma galerinha muito dedicada em uma só antologia.

É comum encontramos em filmes e histórias de terror e suspenses, premissas repetitivas e com o mesmo desfecho. Tive essa mesma impressão quando peguei o livro para fazer a leitura, só que acabei quebrando a cara quando comecei ler o primeiro conto. Fiquei muito feliz, pois estamos falando de autores com poucas experiências na área, e o melhor de tudo, é que cada um foi capaz de criar uma história totalmente diferente das que conheço, assim proporcionando uma experiência literária maravilhosa para mim.

” — Mas os brancos de hoje herdaram a propriedade e a riqueza de seus antepassados. E nós negros herdamos o abandono, a pobreza, a morte — Sérgio completou, olhando nos olhos de Guilherme — Com a prioridade e a riqueza, os brancos de hoje exercem a escravidão do descaso. Continuamos a lhes servir, continuamos a apanhar, continuamos a morrer. E tudo parece natural, porque pagam um maldito salário! (página 20, Espelho D’Água, de Amélia Greier)”

Durante a leitura percebi que os autores entendiam muito bem dos assuntos, pois eles conseguiram criar histórias em fazenda — local que contém mais lendas e boatos assustadores —, centros, ruas paradas, casas abandonadas e afins, mas, por outro lado, também foram utilizados objetos em alguns contos, como espelhos, guarda-roupa, quadro e outros semelhantes. Alguns preferiram aprofundar nas histórias envolvendo o passado, padres, culturas, mas outros já decidiram ir direto ao ponto chocando o leitor com um impacto só.

Apesar de achar todos os contos interessantes, eu fiquei com alguns favoritados como o Espelho D’Água, de Amélia Greier que é um dos maiores contos da antologia, ele aborda assuntos muito interessantes sobre a escravidão, além disso, tem uma reviravolta muito surpreendedora e os personagens lembram muito as histórias que pessoas do interior tem o costume de nos contar. Outro conto que também achei muito interessante, foi A Vigança, de Lisa Hallowey, o conto é mais curto que o da Amélia Greier, mas também abordar um assunto que me tocou bastante, o final dele foi muito imprevisível e o fato da autora envolver entidade perturbando uma só pessoa, me deixou bastante atento e assustado.

” Entre o céu e a terra, existem vários mistérios. Nunca duvide do desconhecidos. Os mortos podem voltar para se vingar. (página 47, A Vingança, de Lisa Hallowey)

Eu sempre costumo encontrar erros irrelevantes em livros, mas nunca deixo de citar em resenhas, pois creio que ajuda bastante a editora e/ou o autor em uma segunda edição da obra. Em Haunting e Poltergeist eu encontrei no conto Vingança do Além, do Carlos Asa dois hifens no lugar de travessões, e para quem tem TOC — eu sou um deles — isso pode virar um problemão possivelmente fazendo o leitor abandonar o livro. Por tanto, se tiver uma segunda edição fica aí uma dica para revisão.

A capa do livro condiz muito com as histórias, ela tem essa pegada escura e sombria, aguçando o leitor lutar contra a curiosidade de saber o que tem além do designer gráfico, mas a única coisinha que poderia ser melhorado é a parte de trás, achei as cores das palavras muito escuras para uma capa com tonalidades da mesma. O trabalho interno da obra está maravilhoso, as ilustrações são muito bacanas e a diagramação está muito confortável, mas caso você precisa usar óculos para ler, faça a leitura com eles no rosto, pois a fonte não é grande e também não é pequena e eu tive que forçar um pouco as vistas porque estou sem os óculos — isso foi experiência particular, não leve como um grande problema.

Concluo essa resenha indicando a leitura dessa antologia para todos, principalmente para você que gosta de conhecer novas histórias de terror com aspectos totalmente inovadores. Os contos são tão gostosos de fazerem a leitura, que realizei uma maratona súbita durante uma madrugada e fiz a leitura em três horas, até prometi o sorteio de um exemplar, mas acabei sendo informado que os livros esgotaram e agora vai ter só em formato digita na Amazon.

Comentários

  • lia carsam

    Isso pode “Ser virar” um problemão…
    Goste da resenha…

    • Desencaixados

      O “ser virar” acabou passando despercebido!
      Obrigado ♥

  • Olá
    Confesso que não leio muitas obras de contos, mas esse gênero trabalhado me agrada bastante, e fico curiosa em relação ao desenvolvimento dos textos sobre cada temática escolhida.. Gostei muito da capa com esse lado mais sombrio, o que chama ainda mais a atenção do leitor que curte essa pegada. Como antologia, é mesmo uma ótima indicação e eu pretendo conferir sim, obrigada!
    Beijos, F

    • Desencaixados

      É uma antologia muito bacana, e olha que eu também não tenho o costume de ler livros do gênero ♥

  • Elisangela Domingos da Silva

    Ficou incrível … Parabéns!

    • Desencaixados

      Obrigado, Eli! ♥

  • Ivi Campos

    Valorizo muito quando estou lendo um livro e dá pra perceber que os autores dominam bem o tema proposto. Acho que isso é um respeito muito grande para com o leitor.
    Anotei a dica.
    Beijos

    • Desencaixados

      Sim, é um respeito de reconhecimento maravilhoso! ♥

  • Porre de Livros

    Oi, logo de cara, eu não leria esse livro, afinal não ia querer passar minha noite em claro, haha. Porém, eu já imaginava que você ia falar do clichê em filmes de terror que são passados para os livros e depois quebrei a cara junto com você, hahaha. Qu bom saber que o autores têm propriedade pra criar os contos e que apesar de usarem objetos bastante utilizados, também usaram um pouco da sua criatividade pra sair desse clichê, que nós esperávamos Gostei muito da sua resenha e da caneca <3

    http://www.porredelivros.com

  • Kaline Rainha

    Olá,
    Não conheço nenhum dos contos que você trouxe e confesso também que não sou lá muito fã do gênero no sentido de leitura. Porém, para aqueles que curtem é com certeza um ótimo livro.
    Parabéns pela resenha, bem explicada e elucidativa.

  • Catarina Barbosa

    Olá!
    Quando iniciei a sua resenha, preciso admitir que pensei “mais uma seleção de contos de terror”, e apesar de serem abordagens que nos prendem, não estava tão entusiasmada. Mas, fui contrariada com as suas impressões sobre o livro ter abordagens inovadoras e finais surpreendentes e diferente do que já é esperado. Realmente senti a vontade de querer conferir esse livro, e o adicionarei a minha lista, obrigada!
    Quanto a capa, achei criativa, ainda mais se virarmos ela de lado para nos depararmos com essa cara feia que não parecia de uma pessoa quando o livro está em pé.

  • Brooke S.

    Oi, preciso dizer que desconhecia essa antologia até agora, mas que eu admiro muito a atitude da Editora de dar oportunidade a novos escritores apresentarem sua escrita e suas histórias. Confesso que não sou muito do gênero de terror, porque eu fico um pouco assustada e as vezes é só mais do mesmo (como você mesma disse), mas saber que mesmo autores tão novos conseguem criar histórias assim tão diferentes e que são capazes de prender o leitor despertou minha curiosidade. Quero saber como eles conseguem fazer com que os elementos tão tradicionais criem novas histórias diferentes e que fogem de mais do mesmo. Realmente fiquei bem interessada e vou conferir, é uma pena que agora só tenha em formato digital ):
    Um beijo
    http://www.brookebells.com

  • Oi Victor!

    Tudo bem? Eu não conhecia o livro, mas vou ter que passar a indicação apesar dos seus elogios. Tenho pânico de tudo que esteja dentro do gênero terror em qualquer formato. Quando li O Iluminado fiquei algumas semanas sem conseguir dormir bem porque toda vez que fechava os olhos lembrava da história. O mesmo aconteceu anos atrás quando vi A Hora do Pesadelo, veja bem eu sou uma medrosa incorrigível e por mais que queira de verdade mudar isso não sei se consiga.

    Por outro lado o gênero é muito consumido e é uma ótima dica para aqueles que gostam de levar alguns sustos (às vezes nem levam, mas ok kk) e que estão atrás de histórias mais sombrias. Quanto a mim, continuarei com os livros de fantasia e romance.

    Beijinhos – Jessie
    http://www.paraisoliterario.com

  • Naylane Sartor

    Oie! Tudo bem?

    Eu amaria participar da Antologia, mas tenho pavor de ler sobre esse tema! kkkk Pois isso infelizmente passo a dica, mas tenho certeza para quem gosta iria amar a leitura e encontrar contos maravilhosos nessa antologia!

    Bjss

  • Carolina Ramires

    Olá!
    Eu gosto muito do gênero terror, e nunca li nada da Illuminare, mas morro de vontade porque acho as suas obras muito bem feitas e montadas. Com certeza vou seguir a sua dica e procurar ler em breve, já que saber que os autores sabem muito bem do que falam deixou a minha curiosidade ainda mais aguçada.
    Beijos.

  • Oi Victor!

    Eu não tinha visto nada sobre o livro, mas eu sinceramente não leria porque apesar de parecer bem interessante eu não tenho a menor inclinação a ler terror. Acho que me daria pesadelo ou no mínimo ficaria meio neurótica com as coisas ao meu redor, então vou ter que passar a sua indicação.

    Mas enfim, antologias são sempre inovadoras e eu realmente gostei muito daquelas que já li e por isso acho interessante o estimulo ao formato.

    Aninha
    http://www.paraisoliterario.com

  • Anne Viana

    Olá!!
    Não conhecia esse livro e como amo livros nessa temática fiquei bem interessada na leitura,muito legal ver que tem editora que está investindo em novos autores,só senti falta de vc comentar um pouco sobre cada conto ou aqueles que mais te chamou atenção.
    Vou atrás de saber mais sobre esse livro e fazer a leitura!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/04/resenha-o-sol-tambem-e-uma-estrela.html

  • Our Brave New Blog –

    Oi!!
    Eu não tenho certeza, mas acho que já tinha visto essa antologia por aí, só não sabia que era tão boa.
    Sua resenha realmente me deixou muito curiosa, pois eu adoro o gênero e gosto de conferir novos autores nacionais. Os assuntos abordados também me pareceram interessantes. E, sendo um livro de contos, acho legal arriscar… Várias escritas e estilos diferentes, mais chance de encontrar algo que eu goste. Amei a dica!!

    ourbravenewblog.weebly.com

  • Olá.
    Gostei bastante da citação que você destacou do conto “Espelho D’Água”. No entanto, eu sou a pessoa mais medrosa desse mundo e por isso não leria o livro, por puro medo.
    De fato, a capa passa bem a ideia do quanto o livro é assustador, de terror mesmo.
    Abraços.

  • Isadora Ferreira

    Olá,

    Ainda não li livros dessa editora, mas já achei bem legal o projeto que eles tem de organizarem antologias e darem chances para escritores iniciantes. Não leio muito o gênero, mas sua resenha me chamou atenção e gostei de saber que cada autor criaram histórias únicas. Amei a resenha e espero conferir o livro em breve!

    http://www.virandoamor.com

  • Bruna Costabeber

    Olá Vic,
    Ainda não li nada dessa editora, mas adoro livros de horror e de contos, então, esse livro é muito interessante para mim.
    Fiquei contente que você tenha gostado da leitura e que o livro esteja esgotado. Vou super anotar a dica.
    Beijos

  • Cia do Leitor

    Olá!
    Esse é o tipo de livro que eu mergulharia de cabeça sem pensar duas vezes. Adoro contos de terror e suspense. São perfeitos! O Espelho D’Água por narrar em forma causos achei interessante e ainda envolve a escravidão… gostei!
    Abs
    Nizete
    Cia do Leitor

  • Carol Julio

    Olá Victor, adorei seu trabalho! Obrigada pela leitura, pela resenha e pelo comentários sinceros.