RESENHA: Crônicas Sobre Inseminação
25 out

RESENHA: Crônicas Sobre Inseminação

Resenhas

Victor Tadeu

Título: Crônicas Sobre Inseminação
Autor: Daniel S. dos Reis
Editora: Coerência
Gênero: Ficção/Mistério/DRama
Número de páginas: 170
SKOOB

Adquira aqui: Loja Coerência

Sinopse: No velório do seu pai, James descobre que o homem que o criou não podia ter filhos e que, por isso, sua mãe fez inseminação com o esperma de um vendedor anônimo. Curioso, James decide procurar o seu pai biológico. O resultado dessa investigação pode ser trágico e pode mudar a vida dele para sempre.

 

Em 1980 um homem muito confiante em sua sorte apostou que os EUA ganharia as Olimpíadas, mas teve uma grande decepção ao descobrir que estava enganado. Descontando a sua angústia em um bar, o sonhador escuta uma conversa na qual um moço havia ganhando dinheiro por ejacular em um potinho e buscando um pouco mais informações também decide fazer inseminação na mesma clínica que o rapaz do bar.

Após alguns anos James, um rapaz de uma família com condições financeira estável acaba de descobrir que o senhor que havia falecido não era seu pai de verdade. O menino é informado pela mãe que foi feito a partir de uma inseminação há alguns anos e que seu pai biológico era anônimo. Inconformado com a notícia, James decide ir atrás de informações para descobrir quem é seu pai de verdade e estava disposto a tudo para descobri-lo.

Recebendo informações reveladoras o rapaz decide desistir de toda essa ideia, mas seu amigo, o detetive Matthew já tinha agilizado muita coisa. Voltando para a cidade em que vivia com a mãe, James pede Emma, — sua namorada — em casamento, aceitando a moça avisa que seu pai também precisa aprovar a ideia, pois ele havia sido muito rígido com o seu último namorado. Não foi difícil para Bruce aceitar o casamento dos dois, mas uma situação desagradável acaba acontecendo.

Após 3 anos de casamento, James e Emma tem o terceiro filho, mas a criança acaba nascendo com deformação corporal. Tudo indica que uma empresa chama Guaranics estava prejudicando o feto das mulheres que consumia a bebida enquanto estavam grávidas, mas, por outro lado, uma grande massa de pessoas diziam que James e Emma eram irmãos e tinham cometido incesto. Com base de muitos processos, julgamentos e perseguição o casal e toda a sua família corre perigoso tentando combater o mal.

Crônicas Sobre Inseminação é um livro escrito por Daniel S. dos Reis e publicado pela Editora Coerência. Ele fala sobre assuntos muito interessantes que nunca ouvi nenhum outro livro abordar dentro da literatura, por isso sinto a necessidade de comentar sobre ele no Desencaixados.

Muitas pessoas acreditam que inseminação artificial é um ato muito simples, singelo e solidário da parte de quem está doando o sêmen e da clínica que fica responsável por todo do trabalho. Infelizmente o que é adorável para umas pessoas acaba sendo um grande problema para outras, principalmente quando o doar é anônimo correndo o risco de coloca a vida de muitas pessoas em risco.

No Brasil existem várias clínicas responsáveis por inseminação artificial na qual são coletados sêmens de homens que se disponibilizam ser “pais indiretamente”. O grande problema está no anonimato, pois a partir dessa atitude as pessoas envolvidas necessitam ter um cuidado extremo com quem se relacionar e é sobre isso que Crônicas Sobre Inseminação nos conta.

James e sua família decide processar todas as clínicas que aceitam doadores de sêmens anônimos para que casos como o dele sejam evitados. E eu fiquei muito feliz com a capacidade que o autor teve ao criar a história envolvendo Igrejas Católicas, grandes empresas e pessoas com uma grande quantidade de dinheiro capaz de influenciar tudo com suas personalidades. E não foi só isso que me agradou na história, continue lendo a resenha para saber mais.

                                                        “Então eu tenho dois pais mortos — Responde. (página 12)”

Eu nunca tinha feito a leitura de nenhum livro que abordasse esse assunto, na verdade nunca ouvi falar de alguma obra literária que fala sobre inseminação, incesto e envolvimento politico/religioso dentro da história. Esse é um ponto que me agradou muito em Crônicas Sobre Inseminação, porque o autor em todo o momento conseguiu transmitir a realidade de muitas clínicas existentes em várias partes do mundo, principalmente pelo fato dele ter envolvido dinheiro de campanha eleitoral na história, que por sinal foi um ponto bem forte da obra.

Apesar de ter gostado muito da história desenvolvida por Daniel S. dos Reis, eu tenho algumas críticas a fazer sobre a escrita do autor. Pelo que pesquisei essa foi a primeira obra dele e antes o mesmo havia publicado as crônicas na Amazon e é muito nítido percebermos que Daniel ainda tem muito o que aprender em relação ao desenvolvimento de histórias. Uma coisa que me incomodou muito foi a repetição do nome “James” em uma única página, a metade da história também fica um pouco massante e isso é um grande perigo, pois muitas pessoas desistem de dar continuidade a leitura de um livro por isso.

Eu posso deixar expostamente esclarecido que isso não foi problema de revisão da editora, pois o autor deixou explícito que queria deixar a obra daquela forma e assim foram atendidos os seus interesses. Só que, independente de tudo eu acho que Daniel deveria ser um pouco mais apto a alteração em relação ao livro Crônicas Sobre Inseminação, pois é uma obra com uma capacidade MARAVILHOSA de agradar vários leitores, ela só requer um pouco de aperfeiçoamento.

E por falar em crônicas, um ponto que muito relevante desse livro foi a forma que o autor conseguiu criar várias crônicas em uma história única. Eu nunca tinha lido algo semelhante a isso e fiquei muito satisfeito com essa inovação do escritor, além disso, tudo indica que a história desenvolvida por ele foi baseado em fatos da sua vida.

“… Eu não espero nada de bom de uma pessoa que vende filhos por dinheiro. (página 13)”

O trabalho editorial da Coerência está impecável, a capa é simples, mas faz uma grande referência ao livro, a fonte e o seu tamanho são agradáveis aos olhos, o que colabora para uma leitura ainda mais prazerosa. Toda a ilustração interna foram bem desenvolvidas e tudo colabora para uma publicação bem pensada e trabalhada. Esse foi o primeiro livro que consegui ler rápido em formato digital, fiz a leitura do livro durante essa manhã (25/10/2017). Creio eu que a história influenciou bastante a minha velocidade com a leitura, sem falar que a divisão de capítulos e crônicas também ajudaram bastante nesse quesito.

Enfim, deixo a indicação desse livro para quem gosta de ler obras com críticas da atualidade, também fica a minha recomendação para você que também nasceu a partir de uma inseminação, pois na nota de esclarecimento muitas pessoas encaminharam e-mail para o autor dizendo que o livro os ajudaram bastante. Essa é aquela obra que pode agradar muitas pessoas e decepcionar várias outras, ou seja, é questão de gosto literário, por isso eu convido todos vocês que sentiram curiosidade em saber o que houve com James e Emma adquirirem um exemplar agora mesmo e descobrir o mais rápido possível.

Leia Também:

• RESENHA: O Meu Melhor Amigo é Gay
• RESENHA: Não Tão Primos
• RESENHA: Despertar
• RESENHA: E Se…

Comentários