RESENHA: Cartas Secretas Jamais Recebidas
17 mar

RESENHA: Cartas Secretas Jamais Recebidas

Resenhas

Victor Tadeu

Título: Cartas Secretas Jamais Recebidas
Autora: Emily Trunko
Editora: Seguinte
Gênero: Não-ficção
Número de páginas: 200
SKOOB

Adquira aqui: Amazon

Sinopse: Você já desejou poder voltar no tempo e dar conselhos para si mesmo? Já quis ter coragem de falar como é forte o amor que sente por alguém? Alguma vez já se perguntou por que uma pessoa importante na sua vida parou de falar com você? A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas que revelam segredos profundos de quem as escreveu. Afinal, muitas vezes o único jeito de lidar com nossos sentimentos mais intensos — seja um amor incondicional ou uma perda irreparável — é botando tudo no papel. A leitura destas cartas nos permite mergulhar na vida de seus remetentes e, ao mesmo tempo, redescobrir nossa própria história e perceber que, mesmo nos piores momentos, não estamos sozinhos.

 

Apesar de existir várias formas de comunicações, escrever é considerado a mais gritante de todas. Isso acontece pois temos a capacidade de utilizá-la no momento em que quisermos e enviar para o remetente quando desejarmos. Coragem de escrever todo mundo tem, seja com a ortográfica bem afiada ou utilizando todas as gírias que a internet nos adaptou, mas enviá-las, será que é uma aventura que qualquer pessoa atreva encarar?

Cartas Secretas Jamais Enviadas, de Emily Trunko é uma coletânea de cartas publicada pela Companhia das Letras através do selo Seguinte. O livro é recheado de cartas que jamais foram enviadas para os seus remetente, a autora recebeu todas em seu projeto através de um blog no tumblr e reuniu em só um livro, diante disso, iremos apontar nossa visão sobre a coletânea.

Esse é o segundo livro de coletânea que a autora está publicando pela Seguinte, é válido lembrar que ela não é escritora, Emily somente teve a incrível ideia — novamente — de criar uma forma de aconchego na internet para diversas pessoas, por isso, ela recebeu inúmeras cartas que seus leitores enviaram — anonimadamente —, só que, essas cartas jamais foram entregues para os remetentes.

O primeiro livro titulado como Últimas Mensagens Recebidas — clique aqui para ler a resenha — teve uma repercussão muito boa no Brasil, ele nos apresenta as últimas mensagens que diversas pessoas receberam em seu último contato com alguém, são mensagens tensas e chocantes, capaz de comover qualquer pessoa. Em Cartas Secretas Jamais Enviadas o foco são cartas escritas que jamais foram enviadas, fazendo a leitura do livro iremos nos deparar com situações tocantes e reconfortantes.

Cartas Secretas Jamais Recebidas é um livro muito inclusivo, ele têm cartas para qualquer situação e para todas as pessoas. Nele você vai encontrar pessoas tentando lidar com; perdas, coração partido, amizade, consigo mesmas, com o mundo, com amores não correspondidos e muitos outros assuntos. Ficamos muito felizes em encontrar alguns diferenciais nessa edição, pois os textos encontrados nas obras publicadas pela autora contém um certo teor influenciador preocupante.

Na resenha do primeiro livro apontamos um único problema capaz de ser resolvido na mesma obra, mas esse mesmo problema não é motivo de deixarmos parado. Últimas Mensagens Recebidas não tem separação de assunto, ou seja, na mesma hora que está falando de briga familiar ele aponta mensagens de suicídio e isso pode soar como um gatilho para pessoas que passam por situações semelhantes. Em Cartas Enviadas Jamais Recebidas, Emily Trunko foi muito atenta em dividir as cartas por tópico, assim sendo mais objetiva e evitando o risco de afetar negativamente alguma pessoa.

A edição desse livro está incrível, existe um balanceamento de textos e imagens referenciais muito boa. Apesar dele ter mais escrita do que Últimas Mensagens Recebidas, o leitor consegue fazer a leitura dele em um dia, pois todas as cartas aqui encontradas nos tocam de uma forma ou de outra, algumas chegam ser reconfortante. Seguindo a mesma ideia do primeiro livro, no final dessa obra você também tem a oportunidade de escrever uma carta que jamais irá enviar para o remetente, assim guardando somente para si e gritando para os papéis a sua indignação ou agradecimento.

Cartas Secretas Jamais Enviadas, de Emily Trunko é a segunda coletânea capaz de nos reconforta organizado pela jovem. Indicamos a leitura desse livro para todo mundo, claro, com uma censura na idade. Essa obra é muito importante para muitas pessoas, por isso, dê uma oportunidade a ela e compartilhe com os amigos, seja compreensível e ajude o próximo.

Essa resenha carrega uma estrutura diferente por ser coletânea de cartas.

Leia Também:

• RESENHA: Sempre Faço Tudo Errado Quando Estou Feliz.
• 5 Motivos para ler A Parte Que Falta.
• RESENHA: Últimas Mensagens Enviadas.
• RESENHA: Sempre Faço Tudo Errado Quando Estou Feliz.

Comentários