RESENHA: Beije-me em Barcelona
13 set

RESENHA: Beije-me em Barcelona

Resenhas

Victor Tadeu

Título: Beije-me em Barcelona
Autor: Fabio Paiva Reis
Editora:
Gênero: Ficção realista/Romance
Número de páginas: 190
SKOOB l GOODREADS

Adquira aqui: Amazon

Sinopse: Algo como Persuasão (Jane Austen) na visão de um homem do mundo moderno, esta é a história de Isaque, um jovem estudante que saiu de Vitória – ES para fazer um doutorado em Portugal. Ao descobrir que sua ex-namorada está na Espanha, ele faz uma visita e descobre que ainda a ama. Agora, indo passar a virada de ano em Barcelona, com ela e com novos amigos, Isaque se vê dividido entre ela e a namorada atual, entre aproveitar a oportunidade e o medo de machucá-la novamente, entre ser feliz e se sentir sozinho. Com um orçamento de estudante, Isaque tem menos de três dias para tomar a decisão que poderá mudar a sua vida.
Este livro foi premiado no edital de Produção e Difusão de Obras Literárias do Funcultura 2016, da Secretaria do Estado da Cultura do Espírito Santo.2017

Capixaba e provavelmente muito apaixonado, Isaque decide realizar o seu doutorado em Portugal. O estudante tem um histórico de relacionamento muito marcante em sua vida, e após descobrir que sua namorada de adolescência está na Espanha decide fazer uma visita. Infelizmente ou felizmente — depende do ponto de vista — esse reencontro acaba tomando rumos que ambos não imaginavam.

Isaque não é solteiro, quando mudou para Barcelona deixou sua namorada vivendo no Brasil e esse é um dos grandes problemas que o pobre garoto está enfrentando. Ao visitar Luísa os sentimentos dele voltam a tona, assim reacendendo a chama de um amor que fora apagado há anos e o mesmo não sabe lidar com a situação que a vida lhe estabeleceu.

Dividido entre o presente e o passado, o protagonista decide comemorar a virada do ano em Barcelona junto com seus amigos de bloco, Ulisses e Rebeca. Aproveitando a decisão Isaque convida Luísa — sua ex-namorada — para passar a data junto com eles, assim tendo a intenção de reconquistar o coração da garota que ele mesmo quebrou quando eram jovens.

O convite é aceito e os preparativos são ajeitados. Com milhões de expectativas em mente, Isaque e seus amigos viajam para Barcelona e encontram com Luísa, o plano de voltar a ter um relacionamento com a garota não será uma tarefa fácil por isso todos estão dispostos a ajudar o antigo casal que provavelmente tem tudo para dar certo outra vez.

 

Beije-me em Barcelona, de Fabio Paiva Reis é uma ficção realista publicada através da premiação de Produção e Difusão de Obras Literária do Funcultura 2016, o projeto é realizado pela Secretaria do estado Espírito Santo. Fiz a leitura do livro há alguns meses e tenho alguns fatores relevantes que você precisa saber sobre ele.

Primeiramente quero parabenizar o autor e todos os envolvidos nessa história pela coragem em relatar um trecho de suas vidas para inúmeras pessoas. Para quem não sabe o livro é uma história real do autor com a sua companheira, ele mudou somente o nome dos personagens e alterou alguns diálogos, e o fato dele expor seus erros e acertos na adolescência e ainda na vida adulta foi um fato que me agradou bastante dento da obra, pois ele não se limitou ao falar sobre seus erros. Talvez precisamos mais disso dentro da literatura, personagens que assumem erros e sabem reconhecer isso, o que foge muito da perfeição que muitos tentam encontrar em todos os romances.

“Eu ri, porque há anos eu me recriminava por tudo que tinha feito naquela época. (página 64)”

Fabio acertou em cheio quando decidiu publicar a história, pois nela não encontramos somente um romance, muito pelo contrário. Como o protagonista muda para Portugal ele acaba ficando com medo de não conseguir seguir as culturas do país, e eu adoro quando tem essa questão em livros, pois assim nós conhecemos tradições de diferentes lugares e Portugal não é uma que os autores costumam abordar em suas obras. E com essa ideia de não alterar os locais nós temos consequências positivas ao finalizar a leitura.

Isaque e seus amigos não vão para Barcelona ficar dentro de um hotel e esperar somente o ano novo para sair, eles visitam a cidade todos os dias e narram perfeitamente os locais e pontos turísticos que passaram. O autor só alimentou mais ainda a sua obra ao descrever esses ambientes, pois serve como dica para aqueles que desejam visitar Barcelona ou até mesmo Portugal, além disso, muitos podem usar Beije-me em Barcelona como referência para conhecer esses lugares, o que enaltece mais ainda o trabalho do escritor.

Como o personagem Isaque é o escritor Fabio, ficou bem nítido o excelente trabalho do autor ao narrar a história pela perspectiva do protagonista. Ao mudar para outro país ele teve os mesmos medos e preocupações que qualquer outra pessoa tem ao viajar sozinho para um local que não conhece muito bem. O medo de não fazer amizade e não dar conta de ser independente é um assunto inicial muito bem explorado, o mesmo deu um ar maravilhoso para mim como leitor, pois o tempo inteiro me senti como um membro da história e mentalmente tentava aconselhar Isaque/Fabio.

” — Li sobre isso na internet enquanto vocês se arrumavam — respondi. — Parece que quebrar garrafas após a virada do ano é uma tradição local, como ritual de renovação. (página 153)”

O livro tem uma diagramação maravilhosa, provavelmente é uma das mais bonitas que tenho na minha estante. Toda a equipe de produção arrasaram na forma que os capítulos foram divididos, no tamanho e a fonte que escolheram. Tudo está agradável aos olhos, o que colabora muito para uma leitura prazerosa e na minha experiência com a obra foi maravilhoso, pois fiz a leitura do livro todo em questão de horas.

A capa é bem simples, e para quem acompanha as minhas resenhas no Desencaixados sabe que eu adoro simplicidade em capas, principalmente quando faz referência a história. O material utilizado é muito reforçado e de boa qualidade, o que deixa muitos leitores despreocupados. Na parte de trás têm algumas citações avaliativas do livro, essas citações são ideias geniais de autores, pois ajuda o leitor saber mais sobre o trabalho do autor antes de comprar o livro.

Os personagens são maravilhosos, mesmo eu me irritando várias vezes com Ulisses eu como profissional compreendi que é a característica de algum amigo do autor. Mesmo sabendo que o personagem irritaria vários leitores, Fabio não alterou a personalidade do seu amigo e eu achei isso muito bom, pois demonstrou o quanto o escritor foi fiel ao escrever o livro. Até então eu não sei se o autor tem contato com os envolvidos na história, mas caso tenha, eu peço desculpa ao “Ulisses” se ele estiver fazendo a leitura dessa resenha.

Enfim, Beije-me em Barcelona é um livro que conta a história de Fábio e Thaís, dois amigos e antigos namorados de adolescência que tentam restaurar tudo aquilo que destruíram. Eu recomendo a leitura do livro para todos, principalmente para você que ainda sente algo por alguma antiga namorada, ou até mesmo, para quem deseja saber um pouco mais sobre Barcelona. E ai, será que Luísa voltou para Isaque? Só lendo Beije-me em Barcelona para saber, corra agora mesmo na livraria mais próxima de sua casa e tenha seu exemplar em mãos.

Leia também

Comentários

  • Olá Victor e pessoal do Desencaixados!

    Muito obrigado pela resenha do livro. Não há nada melhor do que saber que alguém leu o seu texto e gostou. Aproveito para dizer que ri da sua irritação com o Ulisses! Tirando Isaque e Luísa, que são o foco, o Ulisses é o personagem que mais gera comentários, talvez por ele ser assim, meio chato mesmo. =)

    Se vocês permitirem, deixo aqui o link para o Mapa Interativo de Beije-me em Barcelona, para a galera que quiser conhecer a cidade a partir dos passeios do livro: http://beije.me/mapa

    Ah, e adorei as imagens!

    • Desencaixados

      Olá, Fabio!

      Ficamos felizes em saber que você sabe respeitar as opiniões da sua obra e, além disso, gostou a forma que tratamos e escrevemos sobre a sua história! ♥