RESENHA: A Batalha do Acampamonstro
25 ago

RESENHA: A Batalha do Acampamonstro

Resenhas

Victor Tadeu

Título: A Batalha do Acampamonstro
Autor: Jim Anotsu
Editora: Nemo
Gênero: Aventura
Número de páginas: 253
SKOOB

Adquira aqui: Amazon

Sinopse: Na Ilha do Enforcado as coisas são um pouco diferentes. LÁ, monstros convivem com pessoas, e ser um escoteiro é muito mais perigoso do que você pode imaginar. Mas Nemo e Louise estão acostumados com o perigo, e nem uma ameaça sinistra é capaz de fazer os dois irmãos conviverem de forma pacífica. ATé que as situações em que ambos quase morrem parecem acontecer com uma frequência bem além do normal. MAs por que alguém iria querer matá-los?

Quando os irmãos e seus amigos são interceptados por uma fantasma assustada que afirma que eles correm perigo, Nemo, Louise e seus amigos precisam encontrar uma forma de impedir que algo maligno tome conta da ilha onde é sempre verão.

Nemo é uma criança que está perto de ir para a adolescência e tem o sonho de ingressar na marinha, pelo contrário, sua irmã, Louise, é dois anos mais velha e pretende ser uma pirata para naufragar o imenso mar à procura de seus pais, que nunca tiveram contato devido uma guerra travada no passado na Ilha do Enforcado, território que eles vivem. Hoje em dia o casal de irmão vivem junto com Dona Amélia, a avó que tem todo o respeito na ilha devido suas conquistas da antiguidade.

Nemo e Louise são escoteiros de um acampamento residente na ilha, na qual, seres humanos e mitólogos convivem sem nenhum conflito aparente, por isso, eles são amigos de Enrolado, uma múmia nerd com de centenas de anos e Jujuba, uma zumbi que deseja ser jornalista. O quarteto de amigos permanecem à mesma patrulha e estão sempre entrando em várias aventuras, assim tentando desvendar mistérios daquela ilha com um passado totalmente histórico e não mencionado por muitos.

Certo dia, os amigos estavam indo até o Fim da Esperança e na decisão de cortar um caminho para não caminhar junto com a dezenas de escoteiros, eles acabam deparando com uma fantasma que desfere frases totalmente desesperadora para eles. Nemo, Louise, Enrolado e Jujuba ficam assustado com toda a situação e decidem investigar o que levou a garota-fantasma entrar em contato com eles e o que ela estava querendo dizer sobre “saiam da ilha, o súdito está chegando…”.

Estudando e aprofundando em toda a história daquela fantasma, o quarteto começa a descobrir um pouco mais sobre a vida dos pais de Nemo e Louise, além disso, acabam concluindo que a Ilha do Enforcado está totalmente em perigo, já que os seres malignos estavam ameaçando de invadir o ambiente e dominar toda a harmônia ali presente. Diante de todas as descobertas Nemo, Louise, Enrolado e Jujuba entram em uma aventura enigmática muito arriscada e repleta de revelações.

“— Acho que é assim que as coisas funcionam com as pessoas de bom coração, uma ofensa por cada caridade. (página 37)”

A Batalha do Acampamonstro, 1° livro da série Escoteiros & Monstro, é mais um título de Jim Anotsu, escritor de A Espada de Herobrine e A Vingança de Herobrine, ambos publicados pela Nemo, um selo editorial do Grupo Autêntica. Ainda trabalhando com o público juvenil, a obra conta a história de quatro pequenos lidando com uma responsabilidade totalmente arriscada e comprometedora.

Aventura é um gênero literário que requer muita exploração no ambiente em que é passada a história, isso acontece porque todo o cenário é muito fluente em todo o enredo e apesar de ser assustador, muitos escritores acabam pecando em se limitarem com essa exploração. Felizmente esse não é o caso de Jim Anotsu, em seu título ele consegue explorar e aprofundar em todo o ambiente que foi criado e seus habitantes, assim nos proporcionando uma leitura totalmente original e empolgante.

A Batalha do Acampamonstro tem um desenvolvimento muito sutil e engajado, ao ler das páginas o escritor utilizar mecanismos eficientes para nos integrar ainda mais no mundo criado por ele e todo as situações atuais e do passado que os protagonistas já encararam e/ou estão encarando. Aos poucos o leitor vai conhecendo e entendendo como Nemo e Louise tornaram órfãos e como eles lidão com a situação, sem falar que de forma natural o escritor conseguiu apresenta como funciona todas as atividades do acampamento e da Ilha do Enforcado.

Os personagens do livro foram bem-criados e contém um desenvolvimento muito bom, cada um deles carregam consigo suas essências e prioridades, na qual, fortalece de forma empenhada a personalidade de cada um deles. Além disso, a forma que o autor trabalhou em seus diálogos e decisões não contradizem com a personalidade, assim criando protagonistas e personagens secundários excelentes e com muito influência na história.

“— Se querem saber o que está acontecendo, é melhor verem com seus próprios olhos — disse ele. — Quem sabe assim a avó de vocês não acredita. (página 120)”

Jim Anotsu tem uma escrita muito sutil e específica para o público que trabalha, ele amplia um humor muito agradável na obra, que será muito engraçado para os pequenos que tiverem fazendo a leitura, por outro lado, também pode arrancar risadas dos mais velhos. O vocabulário utilizado por ele não é complexo, o que facilita e engrena a leitura de qualquer pessoa que tem ou não tem contato com o meio literário.

O trabalho editorial da Nemo está incrível em A Batalha do Acompamonstro, a diagramação contém uma fonte agradável aos olhos e a divisão de capítulos é agradável. Além disso, as ilustrações desenvolvidas por André Dias é incrivelmente perfeitas e fluentes na história, já que elas nos fazem tem um contato visual com toda a trama. A capa da obra também é bem chamativa, principalmente para o público-alvo, o que podemos concluir que a equipe da editora soube trabalhar de forma magnífica.

A Batalha do Acampamonstro, de Jim Anotsu é livro infantojuvenil, porém é uma opção maravilhosa para todas as idades, quem já leu Percy Jackson com toda a certeza também irá adorar desse título. É válido lembrar que a obra também é uma boa apresentação a literatura para as crianças, o que consequentemente torna uma história de fácil incentivo ao universo literário para as crianças que gostam de aventura e seres fantásticos.

Leia também:

RESENHA: Como Eu Imagino Você
RESENHA: Vale do Aventureiro
CRÍTICA — Pato Pato Ganso
• CRÍTICA – As Aventuras de Capitão Cueca

Comentários

  • JimAnotsu

    Muito obrigado pela resenha, fico feliz que você curtiu! =)