O primeiro livro escrito por uma mulher no Brasil está sendo lançando hoje
06 nov

O primeiro livro escrito por uma mulher no Brasil está sendo lançando hoje

Notícias

Victor Tadeu

Úrsula, o primeiro livro escrito por uma mulher está sendo lançando pela Penguin Companhia, um selo editorial do Grupo Companhia das Letras. O título é da escritora Maria Firmina dos Reis que foi publicado primeiramente em pseudônimo devido ao cenário social e político da época.

A obra também é considerada o primeiro romance escrito por uma mulher no Brasil, ela conta a história de Tancredo e Úrsula dois jovens altruístas marcados por perdas e decepções, porém o destino acaba unindo-os, desenvolvendo empecilhos para concretizar o romance muito das vezes sonhados por ambos.

Maria Firmina dos Reis publicou Úrsula em 1859 e utilizou a história para fazer uma crítica à escravidão, consequentemente sendo o primeiro livro afro-brasileiro de toda a história.

Com rica introdução e contextualização histórica, esta edição de Úrsula celebra uma das autoras mais importantes da literatura nacional e conta com estabelecimento de texto e introdução de Maria Helena Pereira Toledo Machado e cronologia de Flávio Gomes.

Imagem do livro Extraordinárias – Mulheres Que Revolucionaram o Brasil.

 

A escritora está sendo homenageada a edição de 2018 da Flup — Festa Literária Periférica (RJ) — e o lançamento do título estará sedo realizado no evento que está sendo iniciado hoje (06), onde haverá várias atrações sobre empoderamento. Inclusive a escritora Djamila Ribeiro, do livro Quem Tem Medo do Feminismo Negro?, publicado pela Companhia das Letras estará presente em uma palestra sobre a invisibilidade da mulher negra na literatura.

A história de Maria Firmina dos Reis foi exposta no livro Extraordinárias – Mulheres Que Revolucionaram o Brasil, de Duda Porto de Souza e Aryane Cararo, na qual foi publicado em 2018 no Dia das Mulheres, especialmente pela Editora Seguinte.

Úrsula é a obra inaugural da literatura afro-brasileira.

Comentários