Jojo Todynho declara como a leitura é importante e comenta sobre textos do Instagram
08 jan

Jojo Todynho declara como a leitura é importante e comenta sobre textos do Instagram

Notícias

Victor Tadeu

Jojo Todynho é a nova aposta para o funk em 2018, tudo começou quando chamou muita atenção durante o carnaval ao brincar com os foliãs. A brincadeira surgiu a partir de uma fala de uma personagem do seriado Vai Que Cola, a tão comentada e adorada Terezinha — interpretada por Cacau Protásio. — Durante um episódio a personagem comenta que em seios de mulher negra sai toddy, e no carnaval, surgiu a tão comentada Jojo Todynho. A moça de apenas 20 anos chamava muito a atenção por suas características e personalidade, e enquanto curtia o carnaval perguntava para os meninos se eles queriam “toddynho”.

A tão exaltava e empoderada mulher anda recebendo um grande destaque na mídia, simplesmente pelo seu intuito dentro da internet e pelo conteúdo que compartilha com os seus seguidores. Uma vez ela começou falar sobre amor próprio, enaltecendo a sororidade e teve uma visibilidade muito grande no Instagram, “Eu fui dormir com 10 seguidores e acordei com 100.000, relata ela”. Além disso, Jojo já tem 2 músicas com clipes e participou do clipe de Vai Malandra, de Anitta.

Recentemente (06/12/2017) ela foi convidada para participar de um quadro chamado The Bato-Boca da Mix Rio FM. Durante a conversa muitos assuntos foram comentados e em cada um deles todos na bancada gargalhavam com as histórias da funkeira, o público também participou por ligações e perguntas. Diante de tantos assuntos polêmicos para serem falados, um chamou a atenção de quase todos que estavam assistindo. Jojo é leitora.

Existe um preconceito muito grande dentro do Brasil e principalmente pelas pessoas que gostam de fazer leitura de livros literários. Infelizmente alguns leitores não aceitam o fato de uma pessoa famosa, funkeira ou de qualquer outra profissão que não está envolvido o estilo de vida “caseiro” ou até mesmo “calmo” ser leitor. O Desencaixados tem um membro da equipe que gosta muito de ir para balada, e várias vezes já foi atacado em redes sociais sendo acusado de “falso leitor”.

Durante a discussão na rádio Jojo começa a falar do seu pai falecido, ela relata que ele sempre lhe ensinou a ser empoderada e jamais baixar a cabeça para homem. Por isso, Jojo Todynho aprendeu a entrar e sair de qualquer lugar, independente das condições e tudo isso porque ela diz ser muito estudiosa e a sua maior fonte de estudo é dentro da literatura. “Eu prefiro ler um livro, do que um texto do Instagram (…) Eu prefiro ler porque eu consigo ir além. Afirma a cantora”.

Jojo disse que atualmente está lendo um livro sobre funk, o que destaca ainda mais o seu intuito com os seguidores. A moça procura incluir todos em todos os assuntos, ela está sempre empoderando as pessoas, mas com um grande foco nas mulheres, e, além disso, consegue ser bastante inclusiva. O fato dela ler um livro sobre funk, ensina bastante aos preconceituosos que a literatura tem espaço para todos, ela é inclusiva, tem conteúdo disponível e agradável para qualquer público.

Ainda no assunto sobre literatura, ela comenta que prefere ler um livro do que um texto no Instagram, pois segundo ela o livro faz ela ir além, ela procura pesquisar o significado das palavras que não conhece e está sempre edificando o seu conhecimento. Por outro lado, os textos do Instagram não conseguem deixar ela estudiosa, muito pelo contrário, é superficial e com conteúdo muito raso. Abordando sobre um assunto tão desfocado, a cantora consegue ser capaz de incentivar a leitura para seus seguidores.

Assista o quadro The Bate-Boca completo com Jojo Toddynho:

Comentários