Vida
12 maio

Vida

Filmes

Julia Giarola


Filme:
Vida
Título original: Life
Data de lançamento: 20 de abril de 2017
Duração: 1h 44min
Direção: Daniel Espinosa
Gênero: Ficção científica, Suspense
Nacionalidade: EUA

Sinopse: Uma equipe de seis astronautas da Estação Espacial Internacional descobre sinais de vida inteligente em Marte e a investigação do fato gera consequências inimagináveis.

Seis astronautas de diferentes nacionalidades estão em uma estação espacial, cujo objetivo maior é estudar amostras coletadas no solo de Marte por um satélite. Dentre elas está um ser unicelular, despertado por Hugh Derry (Ariyon Bakare) através dos equipamentos da própria estação espacial. Tal descoberta é intensamente celebrada por ser a primeira forma de vida encontrada fora da Terra, sendo que um concurso mundial elege seu nome: Calvin. Só que, surpreendentemente, este ser se desenvolve de forma bastante rápida, ganhando novas células e uma capacidade inimaginável.

Nos últimos anos podemos perceber a enorme deficiência de originalidade em Hollywood. A quantidade de filmes ligados a franquias, sendo eles sequências, reboots, histórias de origens ou remakes, é enorme, por isso é difícil nos surpreender com enredos. Vida cai exatamente nesta categoria, apresentando uma trama bem similar a Alien, o Oitavo Passageiro (1979). Com isso em mente, o longa é essencialmente desnecessário, sendo bem descrito pela frase “Se você não consegue fazer melhor, não faça. ”

Vida escolhe bem seu ambiente para promover as ideias desejadas. O espaço é o lugar perfeito para aplicar ideias filosóficas de existência e isolamento, como prova o pioneiro 2001: uma odisseia no espaço (1968). Desde então, muitos filmes tentam copiar o exemplo de Kubrick, apoiando suas tramas no espaço. Alguns se sucederam, tais como Contato (1997) e Gravidade (2013); porém diversos falharam miseravelmente, como Interestelar (2014) e Passageiros (2017). Vida é um meio termo, apresentando boas qualidades na direção e nos visuais, mas deixando a desejar na originalidade.



O filme tem suas qualidades, pois, mesmo sendo pouco original, executa bem suas ideias. Os excelentes efeitos visuais ajudam a estabelecer o clima; O elenco tem uma ótima química, o que eleva o material; A direção junto à trilha sonora consegue estabelecer a tensão dos acontecimentos e aumentar os riscos dos personagens, prendendo a atenção do público.

A maior vantagem do filme é seu bom uso do elenco, mostrando diversidade com muita eficiência, algo que a maioria dos filmes têm enorme dificuldade em estabelecer. Vida também apresenta um bom final, sendo inesperado e desconcertante.

Em uma visão geral, o filme executa bem uma ideia usada e, em relação a entretenimento, vale a pena ser assistido.

Nossa nota é:

Assista ao trailer:

Comentários