Séries que abriram o caminho para representação LGBT
12 jun

Séries que abriram o caminho para representação LGBT

Coluna

Julia Giarola

Podemos dizer que estamos na segunda “Era de Ouro” da televisão. Não apenas em questão de qualidade, mas também em relação a diversidade que representa e atrai. Para isso acontecer, porém, teve que existir pioneiros que abrissem os caminhos para isso acontecer, tomando os riscos necessários que muitos não ousaram.

A representação da comunidade LGBT na televisão pode estar agora em seu auge, porém não teve seu real começo recentemente. Este iniciou-se verdadeiramente durante primeira “Era de Ouro” da televisão. Os anos 90 não apenas gerou as melhores séries de TV de todos os tempos, mas também quebrou barreiras em vários sentidos.

Não podemos, porém retirar os créditos das séries dos últimos anos que também enfrentaram riscos e representaram a comunidade mais agressivamente, a inserindo ainda mais em nossa realidade. Desta maneira separamos 5 séries que ajudaram a estabelecer a comunidade LGBT na televisão e no entretenimento, sendo essas antigas ou atuais. Confira:

Ellen

Estreada em 1993, a sitcom Ellen fez história na televisão em sua quinta temporada (1997) quando ambas, protagonista e atriz (Ellen Degeneres), se assumiram como homossexuais. A revelação causou grande controvérsia, levando ao cancelamento da série no mesmo ano. A decisão, porém foi imensamente significativa, sendo carregada até hoje como um das maiores conquistas da televisão.

Friends

Uma das séries mais aclamadas de todos os tempos não foi tímida em relação ao assunto. Desde o começo (1994) a sitcom americana incluiu uma personagem lésbica em sua trama. Carol, a ex-mulher de Ross Geller era abertamente gay e estava em relacionamento sério com Susan durante toda a série. O maior feito, porém, não foi apenas a inclusão destas personagens carismáticas, mas sim o episódio do casamento das duas na série. Na segunda temporada, as personagens se casam o que causou enorme controvérsia para uma grande parte da audiência, porém a conquista nunca será esquecida.

Modern Family

Modern Family estreou em 2009 e foi um sucesso imediato tanto para o público, quanto para os críticos. A representação de um casal homossexual como um dos protagonistas da série foi uma grande conquista para a comunidade LGBT, além de atrair bastante atenção para o assunto.

Orange Is The New Black

Sem dúvida nenhum a série original da Netflix veio para mudar o jogo em 2013. A diversidade apresentada no elenco e nas histórias realmente chamaram atenção, o que estabeleceu Orange Is The New Black como uma das melhores séries da atualidade. A representação de relacionamentos complexos do mesmo sexo, realmente trouxe uma nova dimensão ao tópico que é muito mais aceito hoje em dia.

Sense8

Com um consenso crítico e base de fãs forte, a série também conseguiu estabelecer a diversidade dos personagens e as interseções criativas entre suas histórias, mantendo Sense8 atraente e interessante. Representando uma grande parte da comunidade LGBT, a série promove o orgulho e a conexão entre as pessoas, independente de suas orientações sexuais, origens, gênero, entre outros aspectos.

Quais outras séries vocês consideram importantes para a comunidade LGBT? Deixe seu comentário abaixo.

Leia também

Comentários