Estuprada aos 12 anos, obesidade parecia a única saída – FOME
14 mar

Estuprada aos 12 anos, obesidade parecia a única saída – FOME

Coluna

Victor Tadeu

O corpo é uma parte de nós que tem a capacidade de marcar muitos momentos de nossas vidas, essas marcações começam desde pequenos quando ralamos o joelho brincando, ou até mesmo, quando a primeira espinha brota em nosso rosto durante a puberdade. Provavelmente essas são as marcas mais comuns e aceitáveis que devemos ter diante de nossos corpos, pois não são todos que tem a mesma sorte. Existem muitas pessoas no mundo que já passaram por situações indesejáveis que o seu corpo pode (ou não) revelar cada detalhe e hoje iremos lhe apresentar a história de uma delas.

Vindo de uma família haitiana, Roxane Gay nasceu dia 28 de Outubro de 1974 e atualmente mora em Lafayette (Indiana), mas às vezes em Los Angeles. Com uma responsabilidade muito grande ela é autora best seller do New York Times e ganhou várias premiações, só que, também é PdH em Comunicação na Universidade Técnica do Michigan. Em alguns momentos Roxane dá palestras, mas também trabalha como professora de Escrita Criativa na Universidade de Purdue.

Parece que a vida de Roxane Gay é incrível, toda essa descrição transparece que ela passou a sua juventude inteira se dedicando para ter um futuro tão desejado, mas, infelizmente não foi exatamente isso que aconteceu. Apesar de ser uma pessoa incrível e de grande responsabilidade para o movimento feminista, ela passou por algumas situações complicadas que cortaram seu coração como navalhas.

Desde pequena Gay sentia-se excluída pelas pessoas. Magra, negra e sempre se dedicando aos estudos ela seguia sua vida, só que, por dentro se corroía pelo fato de não ter amigos. Aos 12 anos de idade ela conheceu um menino na qual mostrava muito interesse em tê-la como amiga e foi isso que aconteceu, ele ganhou a confiança de Roxane Gay e soube traí-la da forma mais grotesca possível. O mesmo garoto chamou ela para fazer uma trilha e no meio do caminho entrou em uma barraca, ao adentrar a pequena garota depara com outras presenças.

Um estupro coletivo já havia sido combinado e a vítima seria ela, o cheiro de cerveja e as mãos grossas e ásperas dos estupradores foi o de menos. Provavelmente o ato foi rápido, mas para Roxane Gay durou uma eternidade, ela sentiu muita dor durante todo o abuso sexual e nenhum deles tiveram piedade ou um mínimo de dó pela menina de APENAS 12 anos. O crime terminou, as marcas ficaram registas em seu corpo e foi a partir desse momento que sua vida começou a mudar completamente.

Infelizmente a pequena Roxane saiu da barraca se culpando devido o que havia acabado de acontecer, ela pensava que se não estivesse ido fazer a trilha com a pessoa que dizia ser seu amigo, ela não passaria por uma situação tão humilhante como aquela. A menina também começa a olha para o passado, ela não conseguia enxergar como o menino lhe tratava mal e só fazia questão dela quando precisava. Sua mente martelava e afirmava que todo o crime era por sua causa, por isso, ela guardou consigo o estupro por muitos anos.

O tempo passou, a mulher já adulta tinha adotado outro estilo de vida e acabou tornando obesa mórbida. Infelizmente as perspectivas que Roxane Gay utilizou para tornar obesa são ignoradas por muitas pessoas, mas para quem realmente teve a oportunidade de conhecer um pouco de sua sabe o verdadeiro motivo. A moça começou comer compulsivamente por vários fatores, mas o maior deles foi para ser indesejada aos olhos de outros homens, o trauma que ela teve desde a infância acabou espalhando por seu corpo.

É válido lembrar que essa história é real, Roxane Gay é uma pessoa viva até hoje e têm vários livros publicados. Tivemos acesso a essas informações através de sua autobiografia titulada como Fome – Uma Biografia do (MEU) Corpo, ou seja, na biografia sobre o corpo dela, você vai poder saber como ela conseguiu lidar com todos os problemas causados, além disso, o leitor também vai conhecer todas as teorias e desconfortos de uma pessoa acima do peso. O livro foi publicado pela Globo Livro em 2017 e recomendamos vocês fazerem a leitura dele.

Clique aqui para conferir o índice de estupro no Brasil e livros que falam sobre isso.

Sobre o livro

Título: Fome
Autora: Roxane Gay
Editora: Globo Livros
Gênero: Autobiografia
Número de páginas: 272
SKOOB

Adquira aqui: Amazon

Sinopse: Nesta autobiografia escrita com sinceridade impressionante, a autora best-seller Roxane Gay fala sobre como, após sofrer um abuso sexual aos doze anos, passou a utilizar seu próprio corpo como um esconderijo contra os seus piores medos. Ao comer compulsivamente para afastar os olhares alheios, por anos Roxane guardou sua história apenas para si. Até conceber este livro. Esta não é uma narrativa bem-sucedida de perda de peso. E este também não é um livro que Roxane gostaria de escrever. Entretanto, é uma história que precisa ser contada, e ela o faz com seu estilo contundente e impetuoso, ainda que dotado de um humor mordaz, características que a tornaram uma das vozes mais marcantes de sua geração. “Fome” é um relato ousado, doloroso e arrebatador.

Comentários